Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um protótipo com sensores para aquisição remota de dados em áreas contaminadas

Processo: 19/22643-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Juliana Gardenalli de Freitas
Beneficiário:Murilo Takeshi Ribeiro
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50343-2 - Plano de desenvolvimento institucional na área de transformação digital: manufatura avançada e cidades inteligentes e sustentáveis (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Gestão urbana   Áreas contaminadas   Cidades inteligentes   Cidades sustentáveis   Metano   Sensores

Resumo

O gerenciamento do espaço urbano apresenta desafios, principalmente nos grandes centros onde existe concentração populacional e, portanto, grande pressão no ambiente e demanda por recursos e infraestrutura. A gestão das áreas contaminadas é uma das dificuldades, pois pode representar riscos à população, além de ser um desafio para a ocupação de terrenos. Conforme definido no conceito de cidades inteligentes, o gerenciamento dessas áreas pode ser beneficiado pelo uso de uma estrutura digital integrada, que faça uso da tecnologia, como sensores, interligados a sistemas de base de dados. A aquisição de dados em áreas contaminadas pelo uso de sensores pode trazer muitos benefícios, como a alta resolução temporal, economia de recursos ambientais e financeiros, além da possibilidade de criação de uma base de dados que alimente um sistema de Big Data para o gerenciamento. No entanto, existem diversos desafios para o uso dos sensores em larga escala em áreas contaminadas, como a dificuldade de selecionar um sistema sensor que se adeque às características das áreas e que gere as informações com a qualidade necessária, o custo envolvido e a necessidade de pessoal qualificado. Assim, esse projeto busca identificar os melhores parâmetros e condições para implementação de sistemas sensores em áreas contaminadas, considerando aspectos técnicos e de aplicação. Além disso, estratégias para disseminação e troca de conhecimento serão avaliados. Esse projeto terá um foco nos gases e vapores na zona não saturada, considerando que, em grande parte das vezes, os riscos estão associados à via de intrusão de vapores. Para isso, diferentes sistemas (sensores e circuitos) para caracterização de gases serão testados e avaliados, considerando o desempenho em condições controladas e em condições similares a de operação numa área contaminada. Os testes serão realizados em laboratório, inicialmente em amostras de vapores com concentrações conhecidas e, posteriormente, em testes de coluna de solo. Os resultados serão avaliados e discutidos considerando o desempenho técnico dos sensores (precisão, acurácia, sensibilidade, durabilidade) e de aplicação, como custo, facilidade de aquisição das peças e de montagem dos circuitos. (AU)