Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensaios em microeconomia aplicada

Processo: 19/25473-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia
Pesquisador responsável:Bruno Ferman
Beneficiário:Luiz Felipe Fontes
Instituição Sede: Escola de Economia de São Paulo (EESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Economia da educação   Discriminação   Comportamento na sala de aula   Professores   Habilidades sociais   Ensino fundamental e médio   Escola particular
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Caps | Grading discrimination | mental health | Non-Cognitive Skills | Remedial education | Remedial exam | Economia da Educação

Resumo

Esta dissertação de doutorado é composta por três ensaios independentes. O primeiro ensaio testa um canal que poderia explicar parte da associação entre algumas características não cognitivas e realização educacional: práticas de avaliação de professores que avaliam desigualmente os alunos com base em seu comportamento em sala de aula ao invés de sua competência escolar. As evidências são obtidas a partir de um conjunto de dados exclusivo de alunos do ensino fundamental e médio em escolas particulares brasileiras. Nossa principal estratégia empírica é baseada no contraste entre notas atribuídas por professores e computadores em testes de desempenho que cobrem o mesmo material. Usando dados detalhados sobre o comportamento dos alunos em sala de aula e mantendo constante o desempenho nos exames avaliados às cegas, evidências indicam que os professores aumentam as pontuações dos alunos com melhor comportamento e deduzem pontos dos que se comportam mal. Também descobrimos que, condicionada à nota de final de ano, a decisão dos professores de aprovar os alunos que estão abaixo da nota de corte para aprovação é influenciada pelo modo como esses alunos se comportam em sala de aula. Nossos cálculos sugerem que esse comportamento de avaliação pode mudar significativamente a proporção de alunos reprovados no ano letivo, dependendo de suas atitudes em sala de aula. O segundo ensaio estuda a reforma psiquiátrica brasileira, que reorganizou a atenção à saúde mental pela rede pública, construindo uma rede de serviços de atenção comunitária centrados nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Nosso projeto de pesquisa explora a implantação do CAPS em um desenho de pesquisa de diferenças em diferenças. Mostramos que esses centros melhoraram a utilização ambulatorial de cuidados de saúde mental e reduziram as internações hospitalares devido a transtornos mentais e comportamentais. Essas reduções foram mais pronunciadas para internações de longa permanência e entre pacientes com esquizofrenia. Além disso, os centros especializados em tratamento de abuso de substâncias reduziram as mortes causadas por doença hepática alcoólica. Por fim, também descobrimos que o afastamento de cuidados hospitalares aumentou modestamente a taxa de homicídios. O terceiro ensaio responde à seguinte questão: a politização da Ciência afeta a confiança na Ciência, a vontade de adotar recomendações científicas (como a vacinação) e o apoio ao desenvolvimento científico? Nós estudamos isso no contexto da pandemia atual, usando um experimento de pesquisa online com uma amostra representativa do Brasil e medidas comportamentais incentivadas. Testamos se, quando uma instituição científica descredita um líder político, isso diminui a confiança na Ciência entre seus seguidores políticos e a aumenta entre os opositores. Em segundo lugar, testamos o crédito de um líder partidário por parte da Ciência desencadeia uma reação semelhante. Medidas comportamentais incentivadas ajudam a entender se esses efeitos podem se traduzir em reações comportamentais relevantes em termos de política, como o apoio a Ciência e a vacinação, que é um resultado fundamental, não apenas para a pandemia atual, mas, de forma mais geral, em termos de saúde pública. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERMAN, BRUNO; FONTES, LUIZ FELIPE. Assessing knowledge or classroom behavior? Evidence of teachers? grading bias. JOURNAL OF PUBLIC ECONOMICS, v. 216, p. 14-pg., . (19/25473-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.