Busca avançada
Ano de início
Entree

Manutenção de banco de linhagens de células de glioblastoma e confecção de Tissue microarray (TMA) de amostras tumorais para análise imunohistoquímica

Processo: 20/09369-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Leticia Fröhlich Archangelo
Beneficiário:Vanessa Cristina Arfelli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/26035-1 - Caracterização de PIMREG como um marcador molecular de progressão tumoral e prognóstico em glioma e seu possível papel na sinalização de resposta ao dano de DNA, AP.R
Assunto(s):Biologia celular   Proliferação celular   Glioblastoma   Expressão de proteínas   Imuno-histoquímica

Resumo

PIMREG é um marcador de proliferação que desempenha papel no controle do ciclo celular e tumorigênese. Trabalhos recentes, demonstraram níveis elevados do seu transcrito em amostras tumorais em relação ao tecido adjacente normal de pacientes como os mais diversos tipos de câncer e, a relação de PIMREG como um possível marcador de progressão e prognóstico foi proposta em câncer de mama, carcinoma de células renais e câncer pancreático. Dados preliminares do nosso grupo, mostraram que as amostras de pacientes com glioblastoma, um dos cânceres cerebrais primários mais comuns em adultos, apresentam os níveis mais elevados de PIMREG e estão diretamente relacionados ao grau de malignidade dos tumores e inversamente relacionados a sobrevida dos pacientes. O objetivo deste trabalho será prover apoio técnico necessário para realização dos ensaios funcionais previstos em células de linhagem de glioblastoma e para análises de expressão protéica por imunohistoquímica em amostras tumorais de pacientes com gliomas difusos. Para cumprir o objetivo proposto, o trabalho consiste em duas partes. A primeira, se refere a manutenção e aos cuidados com o banco de células de glioblastoma do laboratório. Assim, o bolsista deverá garantir a manutenção e a qualidade das células criopreservadas, deverá manter e fornecer culturas de células em confluência adequada para a realização de experimentos e, deverá realizar controles periódicos para investigar a presença de micoplasma nas culturas. Deverá também coletar amostra das diversas linhagens de células de GBM e realizar extração de ácidos nucleicos e proteínas para serem utilizadas em análise de expressão gênica e protéica. A segunda parte do trabalho consiste na manipulação e organização dos blocos de parafina e lâminas histológicas contendo as amostras tumorais dos pacientes de glioma difuso incluídos neste estudo. O bolsista deverá identificar os blocos de parafina dos pacientes, fazer os cortes dos tecidos e montagem das lâminas histológicas, assim como, participar da coleta dos cilindros de tecido tumoral, confecção dos blocos de Tissue microarray (TMA), realização os cortes e montagem das lâminas de TMA. Por fim, o bolsista participará na realização das imunomarcações das lâminas histológicas e TMAs.