Busca avançada
Ano de início
Entree

Biorrefinaria aplicada à gestão de resíduos do processamento do café codigeridos em resíduos industriais para a geração de biogás

Processo: 20/15988-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Beneficiário:Caroline Varella Rodrigues
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/06246-7 - Aplicação do conceito de biorrefinaria a estações de tratamento biológico de águas residuárias: o controle da poluição ambiental aliado à recuperação de matéria e energia, AP.TEM
Assunto(s):Águas residuárias   Digestão anaeróbia   Resíduos sólidos

Resumo

No Brasil, as políticas públicas de incentivo e apoio aos investimentos em sistemas de biogás tornam factível a produção a partir de resíduos industriais. Excedentes de resíduos do processamento do café, como água residuária e resíduos sólidos (polpa e casca), além de resíduos da cadeia produtiva da indústria cervejeira são gerados anualmente, sendo que o descarte inapropriado ocasiona impacto ambiental. É notória a capacidade de reutilização destes resíduos, uma vez que são considerados excelentes substratos para a digestão anaeróbia. A proposta apresentada se faz inédita, uma vez que serão associados duas águas residuárias e resíduos sólidos em codigestão em sistema fermentativo-metanogênico para obtenção de ácidos orgânicos e biogás. Além disso, a utilização de um consórcio misto composto por dejetos de bovinos e lodo granular de reator UASB aumentará a potencialidade de recuperação energética dos substratos a serem tratados. Para tanto, serão realizados ensaios em batelada a fim de se avaliar as proporções ideais das águas residuárias do processamento do café e da cervejaria, dos resíduos sólidos de polpa e casca do café, além da presença de extrato de levedura na codigestão anaeróbia, via delineamento composto central rotacional (DCCR) para a geração de CH4. Para tanto, serão testados: concentração de extrato de levedura (0, 1 a 2 g L-1), concentração de água residuária do processamento do café (10, 15 e 20 g DQO L-1), concentração de polpa e casca pré-tratados (3,5, 7 e 10,5 g L-1) e concentração da água residuária da cervejaria (1,5, 2 e 2,5 g DQO L-1). Reator contínuo EGSB também será avaliado a partir das condições definidas anteriormente, em TDH de 48, 36, 24 e 18 h. Todos os ensaios serão monitorados quanto à geração de biogás, carboidratos e ácidos orgânicos. Espera-se, com esta possibilidade, obter degradação dos resíduos sólidos e líquidos em codigestão anaeróbia, bem como a geração de CH4 por meio da aplicação de reator contínuo EGSB. Por meio desta possibilidade ter-se-á visão realista do gerenciamento destas águas residuárias e resíduos sólidos. Pretende-se também contribuir com a caracterização taxonômica e funcional de bactérias e arqueias para as diferentes condições operacionais dos reatores em batelada e contínuo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)