Busca avançada
Ano de início
Entree

Scaffolds 3D confeccionados de ²-TCP e biovidro S53P4 por impressão direta: estudo in vitro da osteogênese e atividade antimicrobiana

Processo: 21/14593-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Luana Marotta Reis de Vasconcellos
Beneficiário:Júlia Andrade de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Histologia   Osteomielite   Anti-infecciosos   Tecidos suporte   Resistência mecânica   Fatores biológicos   Técnicas in vitro   Microscopia eletrônica de varredura   Difração por raios X
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:atividade antimicrobiana | Fosfato tricálcico | impressão 3D | Osteogênese | Vidro bioativo S53P4 | Histologia

Resumo

A osteomielite é uma doença óssea causada pela infecção bacteriana e com difíceis tratamentos devido à alta resistência microbiana. Biocerâmicas a base de fosfato tricálcico (²-TCP) e vidros silicatos são materiais interessantes para fabricação de scaffolds devido sua elevada biocompatibilidade, bioatividade e osteocondução. Esse projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar o comportamento biológico in vitro dos scaffolds de ²-TCP/S53P4 produzidos por impressão direta de pasta (do inglês, direct ink writing - DIW), bem como sua atividade antimicrobiana. Os scaffolds ²-TCP/S53P4 obtidos por DIW serão caracterizados por microscopia eletrônica de varredura (MEV), difração de raios X (DRX) e resistência mecânica. Posteriormente serão submetidos ao estudo in vitro. Neste estudo, as células mesenquimais serão obtidas da medula óssea dos fêmures de ratos e diferenciadas em osteoblastos para aviação da influência do biomaterial na atividade celular. Após plaqueamento será realizada a análise da morfologia celular sobre o biomaterial, o teste de viabilidade celular, a quantificação do conteúdo de proteína total e da atividade de fosfatase alcalina (ALP), além da formação dos nódulos de mineralização. Será avaliada também a atividade antimicrobiana e antibiofilme do biomaterial produzido. Os dados serão estatisticamente analisados, visando a aplicação do teste estatístico adequado, com nível de significância convencional de 5%.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)