Busca avançada
Ano de início
Entree

EXTRAÇÃO E HIDRÓLISE EM REATOR AUTOMATIZADO IN-LINE COMO TECNOLOGIA PARA VALORIZAÇÃO DA CASCA DE CAMBUCI (Campomanesia phaea Berg.)

Processo: 23/04479-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2023
Vigência (Término): 25 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Tânia Forster Carneiro
Beneficiário:Juver Andrey Jimenez Moreno
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/14938-4 - Waste2energy: integração das tecnologias supercrítica e digestão anaeróbia através de um sistema automatizado para produção de precursores de biocombustíveis, AP.JP2
Bolsa(s) vinculada(s):23/10978-0 - Avaliação de métodos de extração verde (microondas e ultrassom) para obtenção de compostos bioativos da casca do cambuci (Campomanesia Phaea Berg), BE.EP.MS
Assunto(s):Biorrefinarias   Economia circular   Hidrólise   Subprodutos   Extração supercrítica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:água subcrítica | biorrefinaria | Compostos bioactivos | economia circular | hidrólise | subproduto | Tecnologia Supercrítica

Resumo

A tecnologia de extração e hidrólise em água subcrítica é verde e rápida capaz de extrair e hidrolisar compostos de maior valor agregado a partir de resíduos da indústria de alimentos. O objetivo do trabalho é avaliar o efeito da extração e hidrólise com água subcrítica na obtenção de açúcares e compostos bioativos a partir da casca do cambuci por meio de um sistema automatizado (PHWE/SubCWH × SPE × HPLC-PDA/RI), o qual é baseado no acoplamento de água quente pressurizada extração (PHWE) e hidrólise de água subcrítica sequencial (SubCWH) com purificação em linha por extração em fase sólida (SPE) e análise em linha por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) usando matriz de fotodiodos (PDA) e índice de refração (RI) detectores. O processo de extração e hidrólise da casca de cambuci será feito usando um desenho composto central (CCDR) com três variáveis independentes, incluindo seis pontos axiais e três repetições no ponto central, totalizando 17 experimentos. Ensaios serão realizados no sistema automatizado in-line nas diferentes condições de extração e hidrólise: 40-120 ºC de temperatura; 15 Mpa de pressão; 4 a 7 de pH e 5 a 13 mL.min-1 de vazão para obtenção de compostos bioativos e açúcares a partir da casca do Cambuci. Finalmente será feita uma análise técnico-econômica da hidrólise em água subcrítica da casca do Cambuci utilizando os métodos como o Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR) e Tempo de Retorno de Capital (TRC-Payback).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)