Busca avançada
Ano de início
Entree

Ocorrência e etiologia de perda auditiva neurossensorial em pacientes com fissura labiopalatina do HRAC-USP

Processo: 03/02660-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Mariza Ribeiro Feniman
Beneficiário:Guilherme Paloschi Horta
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Avaliação audiológica   Fenda labial   Fissura palatina   Perda auditiva

Resumo

Partindo de estudos científicos que relatam que na população com fissura labiopalatina a ocorrência de perdas auditivas e complicações otológicas é maior que na população não fissurada, e que estas perdas são do tipo condutiva, podendo ser encontradas, porém em menor proporção, perdas do tipo mista e neurossensorial, as quais são indicadores de risco para o desenvolvimento do processamento auditivo, da linguagem, fala e de aprendizagem; e que o conhecimento das causas determinantes de complicações otológicas nesta população, além de nos auxiliar na adequação dos procedimentos diagnósticos contribui para o processo de prevenção, terapia e para o estabelecimento de conduta adequada, este trabalho tem como objetivo verificar a ocorrência de perda neurossensorial em indivíduos portadores de fissura labiopalatina bem como sua etiologia, visando orientação, encaminhamento e identificação da presença deste tipo de perda auditiva, possibilitando a sua intervenção o mais rápido possível. O processo de avaliação constituirá da análise de avaliações otorrinolaringológicas e audiológicas de 1500 prontuários de pacientes do HRAC-USP, escolhidos aleatoriamente. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.