Busca avançada
Ano de início
Entree

Transformações do olhar no bebê e sua relação com o desenvolvimento postural

Processo: 10/09955-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Pesquisador responsável:Katia de Souza Amorim
Beneficiário:Natália Meireles Santos da Costa
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Postura   Desenvolvimento

Resumo

Estudar o bebê é uma forma de aprender sobre como somos constituídos. Constata-se porém carência de estudos que enfoquem o próprio bebê, este aparecendo de forma indireta através do enfoque no outro (família, profissionais de saúde, etc.). Isso indica a necessidade de estudos que estudem o bebê buscando suas particularidades desenvolvimentais. Um enfoque implica na análise de sua ação e responsividade ao meio, sendo identificadas formas de comunicação não-verbais, carregadas de significado e expressividade, dentre as quais se destaca o olhar. O olhar aparece como ferramenta importante nas interações, ganhando destaque como recurso comunicativo, constituindo contato com teor dialógico e suportando comunicação e relação com o Outro. A esfera postural é acrescentada como aspecto influente no desenvolvimento do olhar no bebê, implicando uma transformação na percepção e participação do ambiente. O objetivo deste estudo será investigar como se dá a relação do processo de transformação do olhar no bebê com diferentes momentos de seu desenvolvimento postural. A partir de dois estudos de caso, serão acompanhados longitudinalmente, dois bebês a partir de seus quatro/cinco meses de idade. Um deles será estudado em ambiente domiciliar e outro em ambiente de creche. A meta é apreender a complexidade em que se insere o olhar do bebê e suas relações com o processo desenvolvimental por que passa, dentro de contextos com características organizacionais e relacionais específicas. Os registros do bebê na creche serão obtidos do banco de imagens do Projeto Integrado Processos de Adaptação de Bebês à Creche, que acompanhou 21 bebês ao longo da frequência, em uma creche universitária. O registro do bebê no domicílio será obtido de Banco de imagens do projeto Processos de (Trans)formação da Comunicação e Linguagem, ao Longo do Primeiro Ano de Vida: Um Estudo de Caso. A coleta e análise de dados serão conduzidas fundamentalmente através da perspectiva da Rede de Significações. A partir da seleção de episódios, destacados a partir de transcrição microgenética, será conduzida análise microgenetica, buscando acompanhar as mudanças ao longo do tempo. O presente estudo é parte de projeto de pesquisa financiado pela FAPESP, composto atualmente por oito projetos de mestrado e Iniciação Científica, quase todos financiados por agências de fomento, em que vêm sendo investigados diferentes processos de desenvolvimento de bebês.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.