Busca avançada
Ano de início
Entree

"sensores de macronutrientes do solo "on-the-go" para fins de agricultura de precisão em cana-de-açúcar"

Processo: 10/10001-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Máquinas e Implementos Agrícolas
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Graziano Magalhães
Beneficiário:Guilherme Martineli Sanches
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Macronutrientes   Instrumentação   Agricultura de precisão   Sensores

Resumo

Agricultura de Precisão é um termo abrangente utilizado para definir um conjunto de tecnologias que promovem a melhoria da gestão da produção agrícola através do reconhecimento de que o potencial de produtividade das terras agrícolas pode variar consideravelmente mesmo a distâncias muito pequenas. Os crescentes preços dos fertilizantes e a preocupação com o meio ambiente, devido ao escoamento químico destes, trouxeram as questões da agricultura de precisão ea gestão localizada de áreas para o atual quadro de desenvolvimento tecnológico na agricultura. Como consequência, faz-se necessário a utilização de métodos que visam menores impactos ao meio ambiente e que proporcionam maiores produtividades, como a aplicação de insumos em taxas variadas e em áreas específicas, conforme a real necessidade. A análise química do solo, para prescrever uma dosagem de fertilizantes à taxa variada eficaz, requer intensivo e complexo trabalho de campo e laboratório, o que torna a atividade impraticável tanto física quanto economicamente. A solução adotada tem sido a redução do número de amostras de solo, desprezando a variabilidade espacial local da concentração de macro e micronutrientes, fazendo com que a distribuição de fertilizantes conduza a uma sub ou excesso de adubação. Dentro deste contexto, observa-se na literatura que estão em fase de pesquisa e desenvolvimento sensores para determinação de algumas das propriedades químicas do solo, pelo sistema chamado de "on-the-go". Estes equipamentos são baseados em princípios distintos e fornecem informações que variam tanto em precisão quanto acuracidade. O presente trabalho visa estudar os diversos tipos de sensores existentes e os métodos utilizados por estes para detectar os macronutrientes presentes no solo, avaliando o potencial de serem utilizados, a conveniência e o custo da tecnologia, propondo ao final uma ou mais soluções para ser desenvolvida pelo grupo de pesquisa em Agricultura de Precisão da FEAGRI.