Busca avançada
Ano de início
Entree

Osteogênese in vitro sobre titânio com superfície macroporosa

Processo: 07/07728-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Adalberto Luiz Rosa
Beneficiário:Amanda Cristina Trabuco
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Implantodontia   Osteoblastos   Próteses e implantes   Osso e ossos   Titânio   Expressão gênica

Resumo

Os eventos celulares e extracelulares que ocorrem durante o processo de osseointegração são bastante influenciados pelas propriedades de superfície do titânio (Ti), como morfologia, topografia e composição química. O estudo das modificações de superfície de implantes de Ti tem atraído a atenção dos pesquisadores por existir grande interesse em tratamentos que possam acelerar o processo fisiológico de reparo do tecido ósseo em contato com o Ti. Estudos recentes têm mostrado que superfícies macroporosas permitem o crescimento ósseo para o interior dos poros, favorecendo a integração e a estabilidade do implante. O objetivo do presente projeto é avaliar a osteogênese in vitro sobre Ti macroporoso obtido por um novo método empregando metalurgia do pó. Para isso, serão utilizadas culturas de células da linhagem osteoblástica derivadas de fragmentos ósseos de processos alveolares humanos e serão avaliados os seguintes parâmetros: morfologia, adesão, proliferação e viabilidade celulares, conteúdo de proteína total, conteúdo de colágeno do tipo I, atividade de fosfatase alcalina (ALP), mineralização da matriz extracelular e expressão quantitativa dos genes colágeno do tipo I, ALP, sialoproteína óssea (BSP), osteocalcina (OC), osteopontina (OPN) e Cbfa1.