Busca avançada
Ano de início
Entree

A reducao do limiar de reflexo acustico com o aumento da velocidade do clique com sondas de 226 e 1000 hz em jovens mulheres.

Processo: 05/58083-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Renata Mota Mamede Carvallo
Beneficiário:Helena Mayumi Gibo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Orelha média

Resumo

A pesquisa dos reflexos acústicos mede a contração dos músculos timpânicos quando estimulados por sons de alta intensidade. O limiar de reflexo acústico pode ser reduzido quando se aplica um procedimento de sensibilização auditiva, que envolve a apresentação de um estímulo de alta freqüência, denominado facilitador, apresentado antes ou simultaneamente ao tom eliciador do reflexo acústico de baixa freqüência. Além disso, o limiar de reflexo acústico pode também ser reduzido através do aumento da velocidade do clique da sonda de emitância, um artifício diferente do estímulo facilitador. Na prática clínica, a sonda com freqüência de 226 Hz é a mais utilizada para se obter os limiares de reflexos acústicos. Entretanto, estudos têm mostrado que o limiar varia de acordo com a freqüência da sonda. Este estudo tem como objetivo pesquisar a mudança do limiar de reflexo acústico a partir do aumento da velocidade do clique com freqüências de sondas de 226 e 1000 Hz, em mulheres com idades entre 18 e 30 anos, sem queixas audiológicas e limiares auditivos dentro dos limites de normalidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)