Busca avançada
Ano de início
Entree

Resistência de união entre material para reembasamento imediato e resina para base de prótese: efeito de ciclagem térmica

Processo: 01/10223-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2001
Vigência (Término): 30 de novembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ana Cláudia Pavarina
Beneficiário:Luciano Bravo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Resinas acrílicas   Resistência de união (odontologia)   Reembasadores de prótese   Prótese dentária   Ciclagem térmica (odontologia)

Resumo

Para as próteses removíveis, parciais ou totais, o reembasamento direto com resina acrílica autopolimerizável é um procedimento mais conveniente do ponto de vista clínico que o reembasamento laboratorial. Dentre as principais vantagens poderíamos citar a menor complexidade para sua realização, a rapidez na execução e o custo, mais acessível. Além disso, os pacientes não necessitam permanecer sem as próteses como ocorre no reembasamento mediato durante a realização das fases laboratoriais. Dessa forma, uma resistência de união adequada é fundamental para melhorar a retenção do polímero reembasador à superfície da resina de base bem como para manter a função da resina reembasadora. O objetivo deste estudo será avaliar a resistência de união de duas resinas acrílicas para reembasamento (Duraliner II e Ufi Gel Hard) a uma resina acrílica termopolimerizável (QC20) antes e apôs a ciclagem térmica. (AU)