Busca avançada
Ano de início
Entree

Atributos fisicos, quimicos e biologicos relacionados com a estabilidade de agregados de dois latossolos vermelhos em plantio direto no estado de sao paulo.

Processo: 99/12860-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Sonia Carmela Falci Dechen
Beneficiário:Guido Dufranc
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Agregação do solo   Química do solo   Plantio direto   Conservação do solo   Física do solo

Resumo

Do arranjamento das partículas sólidas do solo resulta a sua estrutura e agregação, de vital importância para a agricultura, pois está relacionada com a disponibilidade de água e de ar para as raízes, com o suprimento de nutrientes, com a resistência mecânica do solo à penetração e com o desenvolvimento radicular. Atualmente muitos solos estão comprometidos quanto às características físicas, químicas e biológicas devido à intensa atividade antrópica, tomando muitas vezes inviável a produção agrícola. A agregação dos solos está sujeita a alterações pelo uso e manejo principalmente. Inúmeros trabalhos têm mostrado que o plantio direto proporciona maior tamanho e maior quantidade de agregados estáveis quando comparado com o convencional. O plantio direto, além de minimizar a destruição mecânica dos agregados, mantém a matéria orgânica do solo em níveis comparáveis com campos que não estão sendo usados para a agricultura. Assim, o plantio direto promove bons teores de material orgânico que, direta ou indiretamente, melhoram a estabilidade dos agregados. Esses aspectos tomam importante o estudo das modificações que os sistemas de preparo acarretam na agregação do solo e, conseqüentemente, em sua estrutura. O objetivo do estudo é caracterizar o estado de agregação de dois solos sob plantio direto há mais de quatro anos e correlacioná-lo com os teores de carbono orgânico, de bases, de argila dispersa em água e total, fatores responsáveis pela estabilidade da agregação. (AU)