Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades adesivas e quimiotáticas dos neutrófilos em pacientes com artrite reumatoide e a influência de diferentes medicações

Processo: 08/51345-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Nicola Amanda Conran Zorzetto
Beneficiário:Venina Marcela Dominical
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Quimiotaxia   Inflamação   Artrite reumatoide   Neutrófilos

Resumo

A artrite reumatóide (AR) é uma debilitante e sistêmica doença auto-imune, marcada por alterações inflamatórias nas estruturas articulares, com destruição da cartilagem e erosão óssea. Predomina entre o sexo feminino e afeta cerca de 1% da população mundial. Os neutrófilos apresentam um papel importante, pois compreendem cerca de 90% das células do líquido sinovial de pacientes com AR. Essas células são atraídas para o local da inflamação por citocinas e o recrutamento envolve principalmente as moléculas de adesão. Estudos mostram o aumento da expressão de algumas dessas moléculas nos neutrófilos de sangue periférico de pacientes com AR. Existem basicamente 3 diferentes grupos de medicamentos utilizados no tratamento da AR, sendo que os mais recentes são as terapias anti- TNF-α, no entanto, vários efeitos colaterais já foram correlatados. Tendo em vista as características da doença e a indisponibilidade de medicamentos realmente eficazes, é de grande importância um estudo aprofundado no âmbito celular e molecular da doença. Para isso, a proposta do trabalho é avaliar as propriedades adesivas e quimiotáticas dos neutrófilos extraídos do sangue periférico e líquido sinovial de pacientes com AR em atividade, divididos em grupos: sem tratamento, com drogas modificadoras do curso da doença e com agentes biológicos; analisar alterações na expressão dessas moléculas de adesão nos neutrófilos e, estudar o papel dos nucleotídeos cíclicos envolvidos nestas alterações; como controle serão utilizados indivíduos sadios (sangue periférico) e pacientes com osteoartrite (líquido sinovial). Através deste estudo, espera-se definir possíveis vias candidatas para o controle farmacológico das alterações decorrentes do processo inflamatório encontrado nestes pacientes. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DOMINICAL, Venina Marcela. Propriedades adesivas e quimiotáticas dos neutrófilos de pacientes com artrite reumatoide e a influência de diferentes medicações. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.