Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo bioquímico e funcional de neutrófilos de pacientes com Artrite Reumatóide e suas implicações na busca de novas estratégias terapêuticas

Processo: 13/21331-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Yara Maria Lucisano Valim
Beneficiário:Larissa Fávaro Marchi
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Inflamação   Espécies de oxigênio reativas   Neutrófilos   Imunologia celular   Artrite reumatoide   Flavonoides
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:artrite reumatóide | espécies reativas de oxigênio | flavonóides | Inflamação | Neutrófilo | Imunologia Celular

Resumo

Os neutrófilos ou polimorfonucleares (PMNs) são células fagocíticas com funções bactericida e fungicida altamente potentes. Estas células são capazes de matar os microrganismos através de mecanismos independentes de oxigênio (fagocitose e desgranulação), e dependentes de oxigênio (produção de espécies reativas de oxigênio). Contudo, em situações de intensa ativação celular, a grande liberação de moléculas citotóxicas pode gerar efeitos deletérios nos tecidos, como ocorre na Artrite Reumatóide (AR), uma doença auto-imune caracterizada principalmente por hiperplasia sinovial, edema, dor, presença de infiltrado celular contendo predominantemente PMNs e destruição da articulação. Além disso, a ativação dos PMNs pode ser mediada por receptores Fc³R e de complemento (CR) presentes na membrana dessas células, através da interação com imunocomplexos (IC) existentes no microambiente inflamatório. Diante disto, uma abordagem atraente de tratamento para AR é a modulação das funções efetoras dos PMNs. Neste sentido, o uso de compostos naturais tem sido bastante investigado e dentre eles, destacam-se os flavonoides que aparecem como metabólitos promissores mostrando atividades antioxidante e imunomodulatória. Estudos prévios realizados em nosso laboratório com 17 flavonoides de estruturas diferentes demonstraram que algumas substâncias selecionadas apresentaram uma significante atividade antioxidante, dependente da concentração e da estrutura sobre os PMNs. Dando continuidade ás pesquisas, foi iniciado um estudo integrado, que visou compreender de uma forma planejada o(s) mecanismos(s) de atuação dos flavonoides sobre o metabolismo oxidativo de PMN estimulados por complexos imunes formados com anticorpos da classe IgG na ausência ou presença do complemento. Desta forma, para o melhor entendimento do papel destes flavonoides na modulação dos PMNs e para o reconhecimento destas substancias naturais como um potencial agente terapêutico no tratamento da AR, este projeto pretende avaliar a ação modulatória da galangina e da quercetina sobre algumas importantes funções efetoras dos PMNs (como produção de espécies reativas de oxigênio e quimiotaxia), além de avaliar o processo apoptótico destas células, uma vez que essa característica é importante para manter a homeostase do organismo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALBIERO, LUCINEIA REUSE; DE ANDRADE, MICASSIO FERNANDES; MARCHI, LARISSA FAVARO; LANDI-LIBRANDI, ANA PAULA; GARCIA DE FIGUEIREDO-RINHEL, ANDREA SILVA; CARVALHO, CAMILA ANDRESSA; KABEYA, LUCIANA MARIKO; RIBEIRO DE OLIVEIRA, RENE DONIZETI; CALEIRO SEIXAS AZZOLINI, ANA ELISA; PUPO, MONICA TALLARICO; et al. Immunomodulating action of the 3-phenylcoumarin derivative 6,7-dihydroxy-3-[3 `,4 `-methylenedioxyphenyl]-coumarin in neutrophils from patients with rheumatoid arthritis and in rats with acute joint inflammation. Inflammation Research, v. 69, n. 1, . (12/23541-4, 13/21331-5, 13/20810-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.