Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do mecanismo de ação dos fatores ECF sigma R e sigma E em Caulobacter crescentus

Processo: 04/00900-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2004
Vigência (Término): 31 de agosto de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Suely Lopes Gomes
Beneficiário:Rogério Ferreira Lourenço
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/01677-2 - Controle da expressão gênica durante a diferenciação e o choque térmico em microrganismos, AP.TEM
Assunto(s):Caulobacter crescentus   Regulação da expressão gênica

Resumo

Caulobacter crescentus é uma bactéria gram-negativa, aquática, de vida livre e com ciclo de vida peculiar, onde uma célula assimétrica dá origem, por divisão, a duas células filhas distintas morfológica e funcionalmente. Com o término do projeto de seqüenciamento do genoma desta espécie pode-se identificar a presença de 13 novas ORFs codificando potenciais fatores de transcrição envolvidos com funções extracitoplasmáticas (ECFs). Uma destas codifica a proteína sigR e forma um operon com um gene codificante para proteína homóloga a um fator anti-sigma. Assim, espera-se que a proteína sigR interaja com o fator anti-sigma na ausência de um indutor extracitoplasmático, o que impede a iniciação da transcrição dos promotores reconhecidos por essa proteína. Porém, quando o indutor se manifestar, deve haver separação entre o fator anti-sigma e a proteína sigR, permitindo que esta exerça sua função. Outra ORF codifica o fator sigE, mas, neste caso, nenhum dos demais genes que compõem o operon com esse ECF codifica um fator anti-sigma. Desse modo, o presente projeto tem como objetivo analisar o mecanismo de ação dos genes que compõem os operons de sigR e sigE, como eles são regulados e identificar possíveis genes-alvos desses fatores ECF. Para isso, serão construídas linhagens mutantes dos genes que compõem tais operons e analisadas como estas respondem às diferentes condições que serão testadas, na tentativa de identificar fenótipos para cada uma dessas linhagens. (AU)