Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de processo otimizado e economicamente viável para a produção de biosilicato para tratamento da hipersensibilidade dentinária

Processo: 04/07435-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de agosto de 2004
Vigência (Término): 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Christian Ravagnani
Beneficiário:Christian Ravagnani
Empresa:Vitrovita Instituto de Inovação em Vitrocerâmicos Importação e Exportação Ltda. - EPP
Vinculado ao auxílio:03/13389-1 - Desenvolvimento de processo otimizado e economicamente viável para a produção de biosilicato para tratamento da hipersensibilidade dentinária, AP.PIPE
Assunto(s):Biomateriais cerâmicos   Vitrocerâmica   Sensibilidade da dentina

Resumo

Desenvolvimento e construção do forno de fusão do biosilicato: 1. Projeto e dimensionamento do forno de fusão de vidros (1550 oC); 2. Contratação de uma empresa para auxiliar a construção do mesmo. Desenvolvimento e produção do cadinho para fusão do biosilicato: 1. Estudo de composições da parte cerâmica do cadinho compósito; 2. Desenho e dimensionamento do cadinho; 3. Estudo da preparação dos cadinhos de óxido de estanho; 4. Caracterização do grau da corrosão dos cadinhos pelo vidro fundido; 5. Contratação das empresas para produção do cadinho e supervisão da produção; 6. Fusões da composição do biosilicato; 7. Determinação da concentração de estanho incorporado ao material durante a fusão; 8. Tratamentos térmicos para obtenção das amostras para estudo comparativo da cristalização; 9. Determinação da porcentagem de cristalinidade e das fases cristalinas presentes nas amostras; 12. Estudo da bioatividade do biosilicato fundido nos diferentes cadinhos. Estudo da cristalização controlada do biosilicato em escala piloto: 1. Projeto dos moldes para obtenção dos blocos vítreos; 2. Fusões da composição do biosilicato; 3. Tratamentos térmicos para estudo da cristalização dinâmica do biosilicato; 4. Determinação da porcentagem de cristalinidade e das fases cristalinas presentes nas amostras. Estudo da moagem do biosilicato em escala piloto: 1. Operações de pré-moagem e moagem do biosilicato; 2. Determinação da distribuição granulométrica após cada ciclo de moagem; 3. Determinação do teor de impurezas provenientes dos processos de fusão, manuseio e moagem do biosilicato; 5. Produção das amostras, acompanhamento e análise dos testes comparativos de eficácia "in vivo". Atividades estratégicas: 1. Coordenação de 2 alunos de Iniciação tecnológica (IT) e de um engenheiro (TT); 2. Interação com os diversos consultores, empresas e com as diretorias administrativa e de marketing e conselho tecnológico da Vitrovita; 3. Cursos de capacitação gerencial e de produção. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa:
Inovação dental 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.