Busca avançada
Ano de início
Entree


Medida da produção de hádrons estranhos e estudo do processo de hadronização em colisões entre íons pesados relativísticos

Texto completo
Autor(es):
Ulisses Gulart de Souza
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física
Data de defesa:
Membros da banca:
Marcelo Gameiro Munhoz; Sérgio José Barbosa Duarte; Emi Marcia Takagui
Orientador: Marcelo Gameiro Munhoz
Resumo

O principal objetivo de experimentos envolvendo colisões de íons pesados relativísticos é estudar a matéria nuclear sob condições extremas de temperatura e densidade. Sob tais condições, acredita-se que a matéria transite para um novo estado no qual quarks e glúons deixem de estar confinados, o plasma de quarks e glúons (PQG). A produção de partículas estranhas é uma importante ferramenta para a caracterização desse novo estado. O aumento da produção dessas partículas já era considerado como sendo um possível sinal para a existência do plasma de quarks e glúons mesmo antes da obtenção dos primeiros resultados experimentais do RHIC. Nesse trabalho, é feita a determinação da produção das partículas estranhas neutras K0s , e em colisões Cu+Cu ap sNN = 62:4 GeV, utilizando o intervalo de rapidez y < j0:75j. Em seguida, esses dados são comparados a modelos teóricos (estatístico -termodinâmicos, coalescência e core-corona) para entender o processo de produção dessas partículas em colisões de íons pesados relativísticos. (AU)

Processo FAPESP: 09/04209-6 - Medida da produção de hádrons estranhos e estudo do processo de hadronização em colisões entre íons pesados relativísticos
Beneficiário:Ulisses Gulart de Souza
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado