Busca avançada
Ano de início
Entree


Períodos de interferência de Mucuna aterrima (Piper & Tracy) em cana-de-açúcar e seu controle químico

Texto completo
Autor(es):
Fernanda Nunes Bressanin
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Jaboticabal. 2015-04-09.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal
Data de defesa:
Orientador: Pedro Luís da Costa Aguiar Alves; Silvano Bianco
Resumo

A cana-de-açúcar é uma cultura que extrai grande quantidade de nutrientes do solo e, para recompor parcialmente a fertilidade, os produtores têm como opção a utilização da adubação verde por ocasião da reforma do canavial. A mucuna-preta (Mucuna aterrima), umas das espécies mais indicadas como adubo verde, quando não manejada corretamente pode se tornar uma planta daninha e assim interferir direta e indiretamente na cultura. Um dos fatores que vai condicionar o grau de interferência é o período de convivência entre a cultura e as plantas daninhas. Destacam-se três: período total de prevenção da interferência (PTPI), período anterior à interferência (PAI) e período crítico de prevenção da interferência (PCPI). Desta forma, o objetivo foi determinar os períodos de interferência de mucuna-preta na cana-de-açúcar e a eficácia de herbicidas aplicados isoladamente no controle dessa espécie em pré e pós-emergência. No experimento de períodos de interferência foram aplicados 18 tratamentos separados em dois grupos No primeiro deles, do 1º ao 9º tratamento, a cultura permaneceu livre da interferência das plantas daninhas desde a emergência até sete épocas do seu ciclo de vida: 0-15 dias, 0-30 dias, 0-45 dias, 0-60 dias, 0-90 dias, 0-120 dias e 0-150 dias, 0-180 dias, 0-colheita. No segundo grupo, do 10o ao 18o tratamento, procedeu-se o contrário, a cultura permaneceu em convivência com a comunidade infestante desde a brotação até os mesmos períodos descritos anteriormente. Foi utilizado o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições por tratamento. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de regressão, sendo os períodos de interferência determinados considerando-se 5% de perda na produção. Para o experimento de controle de mucuna-preta em pré-emergência foram utilizados os herbicidas amicarbazone (1225 g i.a. ha-1); tebuthiuron (900 g i.a. ha-1) e ... (AU)

Processo FAPESP: 12/04775-4 - Períodos de interferência e controle químico de Stizolobium aterrimum na cana-de-açúcar
Beneficiário:Fernanda Nunes Bressanin
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado