Busca avançada
Ano de início
Entree


Cativeiros em conflito: crimes e comunidades escravas em Campinas (1850-1888)

Texto completo
Autor(es):
Maíra Chinelatto Alves
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Helena Pereira Toledo Machado; Maria Odila Leite da Silva Dias; Flavio dos Santos Gomes; Keila Grinberg; Robert Wayne Andrew Slenes
Orientador: Maria Helena Pereira Toledo Machado
Resumo

Esta tese investiga comunidades escravas na região de Campinas na segunda metade do século XIX. Através da leitura de depoimentos e interrogatórios de cativos e cativas em documentos judiciais de diferentes tipos reunidos no Arquivo Público do Estado de São Paulo (AESP) tem como objetivo compreender as dinâmicas sociais e afetivas que envolviam aqueles indivíduos e as variadas experiências vividas por trabalhadores especializados ou não, casados ou solteiros, de sexo masculino ou feminino que viveram escravizados na região. Questionando a ideia de uma existência forçosa de redes de solidariedade e companheirismo advindas simplesmente do fato de experimentarem juntos a escravidão, esta pesquisa procura perceber manifestações por vezes contraditórias de disputas, amizade, envolvimentos afetivos e sexuais, companheirismo e competição que foram registrados nos autos criminais referentes ao período indicado. (AU)

Processo FAPESP: 10/19462-6 - Crimes de Escravos em Campinas, século XIX
Beneficiário:Maíra Chinelatto Alves
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado