Busca avançada
Ano de início
Entree


Bioestimulação de célula-tronco mesenquimal de rato sob ação da luz contínua e pulsátil de 630 nm utilizando LED

Texto completo
Autor(es):
Heloisa Vicente Garcia
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina.
Data de defesa:
Membros da banca:
Natália Mayumi Inada; Daisy Maria F. Salvadori
Orientador: Elenice Deffune; Andrei Moroz
Resumo

A medicina regenerativa emergiu do impulso biotecnológico com uso da célula-tronco (CT), caracterizada por indiferenciação, autorrenovação e capacidade de gerar vários tipos celulares. A célula-tronco mesenquimal (CTM) pode ser isolada de várias fontes biológicas, sendo o tecido adiposo uma promissora fonte. São candidatas para aplicação em terapia celular por vários motivos e capazes de se diferenciar e produzir muitos tipos celulares para reparação do tecido danificado, no entanto são dose dependente necessitando de expansão pelo método de cultura celular. A aplicabilidade do LED como agente bioestimulador tem sido proposto. O objetivo deste estudo foi avaliar a ação da luz contínua e pulsátil, 630nm, comparando esta ação sob células obtidas pelos métodos de dissociação mecânica e enzimática. Foram retirados blocos de gordura de rato wistar com idade média de 3 meses. A concentração de células LMN obtidas/g de tecido 1 x 105 e 3,34 x 105 para DM e DE, respectivamente. O perfil fenotípico utilizando CD90/CD44/CD71/CD31/CD11b/CD45 evidenciou que a DE remove um percentual significativo de antígenos das superfícies das CTMs. Quanto à curva de confluência à 80% entre as passagens, mostrou que as CTMs obtidas por DM sofrem melhor a ação do LED, proliferando mais rapidamente. Foram determinadas citocinas TNF, IFN-ɣ, IL-4 e IL-10. A maioria das amostras que apresentam secreção de citocinas foram obtidas pelo método de DM. Amostras controle, não irradiadas também apresentaram secreção de citocinas, mostrando a ação dos aditivos do meio de cultura como bioestimulador dos efeitos parácrinos. Os testes de micronúcleo e cometa para análise de genotoxicidade evidenciam que a luz pulsátil de 1J/cm2 determinam o aparecimento de micronúcleos, enquanto que o dano de DNA determinado pelo cometa, diminui pela ação do LED (AU)

Processo FAPESP: 13/01942-0 - Bioestimulação de célula-tronco mesenquimal de rato sob ação da luz contínua e pulsátil de 630nm utilizando LED
Beneficiário:Heloísa Vicente Garcia
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado