Busca avançada
Ano de início
Entree


Desempenho técnico e econômico de forrageiras tropicais em sistema integrado de produção no cerrado de baixa altitude

Texto completo
Autor(es):
João Paulo Ferreira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Engenharia (Campus de Ilha Solteira).
Data de defesa:
Membros da banca:
Salatier Buzetti; Elcio Hiroyoshi Yano; Ciniro Costa; Agnaldo José Freitas Leal
Orientador: Marcelo Andreotti
Resumo

Sistemas produtivos conservacionistas, como integração Lavoura-Pecuária (ILP) e plantio direto (SPD), proporcionam além de aumento na produtividade, a conservação do solo. Desta forma, objetivou em um LATOSSOLO VERMELHO Distroférrico sob condições irrigadas no Cerrado, avaliar: 1) o desempenho produtivo e a qualidade bromatológica das silagens produzidas nos diferentes sistemas de produção avaliados; 2) os componentes da produção e a produtividade do milho em consórcio, nos diferentes espaçamentos e da forragem remanescente; 3) em cortes do outono à primavera, a produtividade de forragem e a sua composição bromatológica após a colheita da silagem; 4) no último corte, verificar além da produtividade de forragem, os teores de macronutrientes e a decomposição da palhada das forrageiras após a dessecação na primavera e seu efeito na soja em sucessão; 5) analisar durante a condução dos sistemas de produção, as alterações nos atributos químicos e densidade do solo na camada de 0 a 0,10 e 0,10 a 0,20 m, ao final de cada ciclo produtivo, além da determinação do estoque de carbono; 6) avaliar o desempenho econômico da ILP sob SPD durante o período de estudo, visando constatar a sustentabilidade e lucratividade de cada sistema. Constatou-se que para produção de grãos ou silagem de grãos úmidos recomenda-se o consórcio do milho com capim-Xaraés, independentemente se em espaçamento entrelinhas de 0,90 ou 0,45 m. Enquanto que, para a produção de silagem de planta inteira, recomenda-se o consórcio do milho com o capim-Tanzânia. A variação de tempo para colheita do milho para produção de silagens ou grãos não interferiu na produção ou composição químico-bromatológica dos capins Xaraés e Tanzânia estabelecidos no consórcio com milho. A adubação nitrogenada das forrageiras após o consórcio com milho não refletiu em incremento na produtividade de... (AU)

Processo FAPESP: 12/12213-6 - Desempenhos técnico e econômico de forrageiras tropicais instaladas em sistema de integração lavoura-pecuária no cerrado
Beneficiário:João Paulo Ferreira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado