Busca avançada
Ano de início
Entree


Papel das células NKT na homeostase e inflamação intestinal.

Texto completo
Autor(es):
Cristhiane Favero de Aguiar
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Niels Olsen Saraiva Câmara; José Antonio Tavares de Albuquerque; Alexandre de Castro Keller; Eliana Faquim de Lima Mauro; Pedro Manoel Mendes de Moraes Vieira
Orientador: Niels Olsen Saraiva Câmara
Resumo

As células NKT compreendem um grupo distinto de linfócitos caracterizados pela reatividade a glicolipídios apresentados pela molécula CD1d. Em nosso trabalho, nós investigamos a participação das células NKT na homeostase intestinal utilizando animais nocautes para essas células e também caracterizamos os subtipos de NKT no intestino. Nos animais nocautes observamos que a ausência de células NKT influencia a microbiota e a homeostase intestinal. Os animais nocautes possuem diminuição no filo Firmicutes, diminuição dos níveis de IgA nas fezes e de TGF-β no intestino. Esses animais também são mais suscetíveis à colite induzida por DSS, apresentando menor sobrevida, menor tamanho do cólon e aumento no score. Nos animais selvagens, a indução do subtipo NKT10 diminuiu a inflamação intestinal, não causou intensa redução do cólon e reduziu a frequência de células NKT e do subtipo NKT17 no intestino. Nossos resultados indicam que as células NKT intestinais são peças importantes para a homeostase intestinal e para a composição da microbiota intestinal. (AU)

Processo FAPESP: 12/16794-3 - Influência da microbiota intestinal na participação e no perfil das células NKT num modelo experimental de colite
Beneficiário:Cristhiane Favero de Aguiar
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado