Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito do laser de baixa potência associado ou não a exercícios físicos em indivíduos com osteoartrite de joelhos: ensaio clínico cego e randomizado sobre o impacto da fisioterapia na marcha, força muscular e funcionalidade

Texto completo
Autor(es):
Roberta de Matos Brunelli Braghin
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Ribeirão Preto.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Data de defesa:
Membros da banca:
Daniela Cristina Carvalho de Abreu; Simone Appenzeller; Renato de Moraes; Renê Donizeti Ribeiro de Oliveira; Paulo Roberto Pereira Santiago
Orientador: Daniela Cristina Carvalho de Abreu
Resumo

Objetivo: verificar os efeitos de intervenções fisioterapêuticas, laser de baixa potência (LBP) e exercícios físicos (EF), de forma associada ou isolada, na osteoartrite de joelhos (OAJ). Método: Ensaio clínico randomizado, controlado, cego. Participaram da pesquisa 60 indivíduos de ambos os sexos, idade entre 45 e 75 anos, com diagnóstico radiográfico de OAJ graus 1 a 3, os quais foram randomizados em quatro grupos: 1) Grupo controle (GC, n=15): pacientes com OAJ e sem tratamento; 2) Grupo laser (GL, n=15): pacientes com OAJ e tratados com LBP (808nm, 5,6J); 3) Grupo exercício (GE, n=15): pacientes com OAJ e tratados com EF; 4) Grupo laser e exercício (GLE, n=15): pacientes com OAJ e tratados com LBP e EF. As avaliações foram realizadas no Laboratório de Avaliação e Reabilitação do Equilíbrio, no início e após dois meses, incluindo o questionário WOMAC (dor, rigidez e função física); avaliação das variáveis espaço-temporais da marcha pelo equipamento GAITRite; avaliação do torque dos músculos extensores de joelho pelo dinamômetro isocinético Biodex e a funcionalidade (teste de transpor degrau e teste de levantar-se de uma cadeira) pelo equipamento Balance Master. O tratamento foi realizado durante dois meses, 2x por semana. Na análise estatística foi utilizado o teste de Wilcoxon (dados não paramétricos) e o teste Anova Two Way seguido do teste post hoc de Tukey (dados paramétricos), com nível de significância de 5%, usando o software SPSS. Resultados: no questionário WOMAC, houve diferença apenas na comparação pré e após 2 meses (intragrupo) para o GE nas variáveis: dor (p=0,006), função (p=0,01) e na pontuação total do WOMAC (p=0,01). Na marcha, na análise intragrupo, os grupos que receberam intervenção (GL, GE e GLE) apresentaram redução significativa apenas na duração da fase de apoio direito (p=0,014; p=0,011; p=0,035, respectivamente). Na avaliação intergrupo, ocorreu um aumento significativo na velocidade da marcha dos grupos que receberam intervenção (GL, GE e GLE) comparado ao GC (p=0,03; p=0,04 e p=0,005 respectivamente), na cadência ocorreu aumento apenas no GLE em comparação ao GC (0,009). Ainda na avaliação intergrupo, na duração da fase de apoio direito, os grupos GE (p=0,035) e GLE (p=0,003) apresentaram diminuição significativa em relação ao GC e na duração da fase de apoio único direito, apenas o GLE apresentou aumento significativo (p=0,04) em relação ao GC. Na análise isocinética do torque dos extensores de joelho, apenas na avaliação intergrupo após 2 meses, o membro inferior esquerdo apresentou aumento significativo nos grupos GE (p=0,03) e GLE (p=0,04) em relação ao GC. Na avaliação intragrupo da funcionalidade, apresentaram diminuição significativa (p=0,04) apenas o GLE no teste de transpor degrau (variável: tempo de movimento do membro direito) e apenas o GE (p=0,04) no teste de levantar-se da posição sentada (variável: tempo de transferência do movimento). Conclusão: de uma maneira geral, os grupos: GE e GLE apresentaram mais benefícios quando comparados aos grupos GC e GL, o que sugere que o EF deve ser incluído no tratamento da OAJ, podendo ser acrescido do LBP. (AU)

Processo FAPESP: 13/18319-3 - Efeito do laser de baixa potência associado ou não a exercícios físicos em indivíduos com osteoartrite de joelhos: ensaio clínico randomizado sobre o impacto da fisioterapia no controle postural e funcionalidade
Beneficiário:Roberta de Matos Brunelli Braghin
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado