Busca avançada
Ano de início
Entree


Biofuncionalização de scaffolds de PLDLA imobilizados com o peptídeo RGDfK cíclico e epítopo knuckle (73-92) da BMP-2

Texto completo
Autor(es):
Bruna Antunes Más
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecânica
Data de defesa:
Orientador: Eliana Aparecida de Rezende Duek
Resumo

A biofuncionalização de scaffolds poliméricos biorreabsorvíveis através da imobilização química de peptídeos bioativos, capazes de serem naturalmente reconhecidas pelo tecido ósseo nativo e então, estimularem a diferenciação osteogênica de células tronco mesenquimais, é uma estratégia bastante promissora na área da engenharia tecidual óssea. No presente trabalho, a superfície de scaffolds de poli (L-co-D,L ácido lático) ¿PLDLA foram biofuncionalizadas com o peptídeo cíclico RGDfK e peptídeo derivado do epítopo knuckle da proteína BMP-2 (73-92) que estão envolvidos, principalmente, na adesão celular e regulação da maturação do tecido ósseo. A imobilização dos peptídeos foi obtida através da pré-ativação da superfície do PLDLA usando o tratamento por plasma de oxigênio, seguido da imobilização covalente dos peptídeos via reação EDC/sulfo-NHS. Os resultados obtidos pela técnica de espectroscopia de fotoelétrons excitados por raios-X (XPS) e espectroscopia de reflectância total atenuada (FTIR-ATR) confirmaram a imobilização dos peptídeos que estabelecem eficiência de ligação na proporção de 1:2, com predominância do peptídeo BMP-2 sobre o cRGD, também confirmada por microscopia confocal a laser (MCL). O tratamento por plasma de oxigênio na condição de potência de 100W resultou na expressiva diminuição da massa molar que é indicativa de degradação, contudo, a propriedade mecânica dos scaffolds não foi afetada. A avaliação biológica dos scaffolds biofuncionalizados com os peptídeos cRGDfK, BMP-2 e cRGDfK/BMP-2 demonstrou que a associação dos peptídeos exerce efeito sinérgico sobre a adesão e diferenciação osteogênica de células-tronco mesenquimais de medula óssea de ratos Wistar, que foi confirmada pelo maior nível de fosfatase alcalina e produção de colágeno encontrados após 7 dias de cultura. Estes resultados são indicativos de que o método de modificação de superfície utilizado no presente estudo pode ser usado no desenvolvimento de arcabouços bioativos e biomiméticos com potencial aplicação na engenharia tecidual óssea e medicina regenerativa (AU)

Processo FAPESP: 12/22593-0 - Biofuncionalização de arcabouços de PLDLA imobilizados com peptídeo RGD e BMP2
Beneficiário:Bruna Antunes Más
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado