Busca avançada
Ano de início
Entree


Arquitetura entre Reforma e Contrarreforma: as novas tipologias de igrejas construí­das em Roma após o grande saque e os antecedentes do projeto para Il Gesù

Texto completo
Autor(es):
Marina Luna Castor de Lima
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Data de defesa:
Membros da banca:
Andrea Buchidid Loewen; Gabriel dos Santos Frade
Orientador: Andrea Buchidid Loewen
Resumo

Enquanto na dita Idade Média se erguiam igrejas com planta predominantemente em cruz latina, a partir do chamado Renascimento se encontram nos principais tratados, como os de Leon Battista Alberti (1452) e Sebastiano Serlio (Livro V, 1547), o elogio à perfeição das plantas circulares. Tem sido consenso na historiografia que a censura à construção das igrejas centralizadas e o retorno às formas basilicais foi defendido pelo Concílio de Trento, que teria traçado diretrizes que orientariam o projeto para a matriz romana dos jesuítas, a igreja de Il Gesù (1568). Este trabalho, tendo por objeto a análise do conjunto de igrejas e oratórios construídos em planta longitudinal em Roma, após o Grande Saque de 1527 e nas décadas que antecederam o projeto de Vignola para a casa-mãe jesuíta, se propõe a atenuar tal mito e a demarcar as noções e os princípios que nortearam a construção de tais edifícios sagrados. (AU)

Processo FAPESP: 16/06680-1 - Arquitetura entre Reforma e Contra-Reforma: as novas tipologias de igrejas romanas e os antecedentes do projeto para IL Gesù
Beneficiário:Marina Luna Castor de Lima
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado