Busca avançada
Ano de início
Entree


Epidemiologia da Leishmaniose Visceral Canina e Distribuição do Vetor no Município de Araçatuba, São Paulo, Brasil.

Texto completo
Autor(es):
Graziella Borges Alves Inácio
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Araçatuba. 2019-09-05.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Medicina Veterinária. Araçatuba
Data de defesa:
Orientador: Katia Denise Saraiva Bresciani; Lilian Aparecida Celebrusco Rodas
Resumo

A Leishmaniose Visceral (LV) apresenta uma ampla distribuição geográfica em todos os continentes, representando um sério problema de Saúde Pública. Os flebotomíneos (Diptera, Psychodidae, Phlebotominae) são importantes insetos vetores de microrganismos patogênicos como Leishmania spp., Bartonella spp. e arbovírus (Vesiculovirus, Phlebovirus, Orbivirus), porém, estes insetos apresentam grande importância para a transmissão das leishmanioses em várias regiões do mundo, incluindo as Américas do Sul e Central. No Brasil, há duas espécies, até o momento, relacionadas com a transmissão da Leishmania infantum: a Lutzomyia longipalpis e a Lutzomyia cruzi. Infecções por Leishmania spp. são potencialmente zoonóticas e acometem homens e diversas espécies de animais silvestres e domésticos. Os cães são importantes hospedeiros, fontes de infecções e potenciais reservatórios, não só pelo estreito relacionamento ou convívio com os seres humanos, mas também por sua incapacidade imunológica em responder à doença com sucesso. O Ministério da Saúde no Brasil, preconiza para o diagnóstico da Leishmaniose Visceral Canina (LVC), o teste imunocromatográfico, como exame de triagem e o ensaio imunoenzimático, como confirmatório. Também recomenda o diagnóstico precoce e tratamento adequado dos casos humanos, o controle dos vetores, a eutanásia dos cães e atividades de educação em saúde nas áreas endêmicas para esta doença. Por tanto, foram instituídas ações de prevenção e controle da LV canina, na área urbana do Município de Araçatuba, São Paulo, Brasil. (AU)

Processo FAPESP: 17/24538-0 - Ações de prevenção e controle da Leishmaniose Visceral Canina e Humana, numa perspectiva transdisciplinar, no município de Araçatuba, São Paulo, Brasil
Beneficiário:Graziella Borges Alves
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado