Busca avançada
Ano de início
Entree


Utilização de células de linhagem odontoblástica (MDPC-23) em estudos de citotoxicidade e na avaliação do efeito de fatores de crescimento sobre a expressão de genes específicos

Texto completo
Autor(es):
Pedro Paulo Chaves de Souza
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Araraquara. 119 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia.
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado; Elisa Maria Aparecida Giro
Orientador: Carlos Alberto de Souza Costa; Claudio Miguel da Costa Neto
Resumo

Este estudo teve como objetivo geral utilizar células da linhagem MDPC-23 em testes de citotoxicidade de materiais e na investigação dos efeitos de proteínas bioativas no estímulo da síntese de componentes da matriz dentinária. Os objetivos específicos foram avaliar o efeito citotóxico de soluções utilizadas na lavagem de paredes cavitárias e de materiais dentários recomendados para aplicação em dentina sobre células de linhagem odontoblástica MDPC-23. Também foi intuito avaliar o efeito do concentrado de proteínas extraídas da dentina de coelho sobre a expressão de genes específicos. Este trabalho, apresentado na forma de três artigos científicos, utilizou a técnica de MTT para avaliar o efeito citotóxico de soluções de CLX em variadas concentrações sobre as células MDPC-23. Esta técnica foi utilizada também para a investigação do efeito citotóxico de três diferentes cimentos de ionômero de vidro modificados por resina: Vitrebond (VB); Vitremer (VM); e RelyX Luting Cement (RX), associada ao teste de implantação destes materiais resinosos no tecido conjuntivo subcutâneo de ratos. A expressão dos genes que codificam para colágeno tipo-1 e fibronectina nas células expostas ao concentrado de proteínas extraídas da dentina de coelhos foi avaliada por RT-PCR. Os resultados demonstraram que a CLX é citotóxica às células da linhagem MDPC-23 de maneira dose-dependente. Também foi demonstrado que os cimentos de ionômero de vidro são biocompatíveis ao tecido conjuntivo subcutâneo de ratos, apesar de apresentarem diferentes graus de citotoxicidade sobre as células odontoblastóides. As proteínas bioativas extraídas da dentina de coelhos apresentaram efeito estimulatório na expressão de genes que codificam para colágeno tipo-1 e fibronectina. Pode-se concluir que as células MDPC-23 são um modelo que pode ser utilizado nos testes de... (AU)

Processo FAPESP: 02/12504-9 - Avaliacao da expressao dos genes que codificam para colageno tipo i sialoproteina da dentina e fibronectina pelas celulas odontoblastoides mdpc-23 nas diferentes fases do crescimento celular..
Beneficiário:Pedro Paulo Chaves de Souza
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado