Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação do potencial imunotóxico do herbicida diuron: estudo de toxicidades de 28 e 90 dias(doses repetidas)

Texto completo
Autor(es):
Alexandre Domingues
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Botucatu. 72 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina.
Data de defesa:
Membros da banca:
Carla Adriene da Silva Franchi; Isis Machado Hueza
Orientador: Ana Lúcia Tozzi Spinardi-Barbisan; Luís Fernando Barbisan
Resumo

Escassas informações são encontradas na literatura a respeito do potencial imunotóxico do Diuron, um herbicida derivado da uréia, utilizado no Brasil e no mundo nas lavouras de café, cana-de-açúcar, algodão, abacaxi, citros, alfafa e trigo. Desta forma, o presente estudo teve por objetivo investigar a toxicidade do Diuron sobre o sistema imunológico. Para isso, foram avaliados parâmetros gerais de toxicidade, bioquímicos, hematológicos, histopatologia de órgãos linfohematopoiéticos e fenotipagem de linfócitos T CD4, T CD8 e B de ratos Wistar machos. Foram utilizados dois protocolos experimentais: I - toxicidade aguda (28 dias) e II - toxicidade subcrônica (90 dias) sendo os animais expostos ao Diuron por via oral (adicionado à ração), nas concentrações de 125, 1250 e 2500 ppm. A exposição ao Diuron resultou em diminuição do ganho de peso corpóreo médio nos grupos 1250 e 2500 ppm aos 28 e 90 dias acompanhada pela redução do consumo de ração. O peso relativo do baço e dos rins foi maior nas três concentrações de Diuron aos 28 dias, e apenas em 2500 ppm, aos 90 dias. O peso relativo do fígado foi maior em 1250 e 2500 ppm aos 28 dias e apenas em 2500 ppm aos 90 dias. Aos 28 dias, os níveis de albumina e proteína total foram maiores nos três grupos expostos e os níveis de creatinina e uréia aumentaram apenas no grupo 2500 ppm. A análise histológica revelou que o Diuron, especialmente na maior concentração levou à depleção de polpa branca no baço, associada a redução do número de linfócitos T CD4+ e aumento de hematopoiese extramedular, deposição de hemosiderina e hiperplasia eritróide na polpa vermelha. Não foram observadas alterações hematológicas importantes. Com relação à análise fenotípica das subpopulações de linfócitos, observamos uma redução de células CD4+... (AU)

Processo FAPESP: 05/01223-7 - Avaliação do potencial imunotóxico do herbicida diuron: estudo de toxicidade aguda e sub-crônica de doses repetidas
Beneficiário:Alexandre Domingues
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado