Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação das propriedades físico-mecânicas da madeira de árvores de Hevea brasiliensis em três condições de sanidade no Estado de São Paulo

Texto completo
Autor(es):
Elaine Cristina Leonello
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Botucatu. 110 f.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Agronomicas (Campus de Botucatu).
Data de defesa:
Membros da banca:
Mario Tomazello Filho; Edson Luiz Furtado
Orientador: Adriano Wagner Ballarin
Resumo

O látex é o principal produto extraído da seringueira (Hevea brasiliensis). No Brasil, a madeira de seringueira, ao final do ciclo produtivo de látex, é utilizada tradicionalmente para fins energéticos, mas trabalhos internacionais relatam práticas consolidadas de agregação de valor a ela. Diversos pesquisadores têm observado crescimento e agravamento do problema da seca do painel de sangria nos plantios nacionais, doença que compromete a produção de látex. O objetivo principal deste trabalho foi avaliar a qualidade da madeira de árvores dos clones comerciais GT 1 e RRIM 600 em três condições distintas de sanidade: árvores com produção normal de látex (sadias); árvores com presença de seca do painel de sangria por origem abiótica/fisiológica e árvores com presença da seca do painel de sangria por origem biótica/patológica. Foram amostradas seis árvores de cada condição de sanidade dos dois clones de plantios na região de São José do Rio Preto-SP com idade igual ou superior a 20 anos. Os parâmetros anatômicos e físico-mecânicos avaliados foram o comprimento das fibras (presença e delimitação de madeira juvenil e adulta), densidade básica e aparente da madeira, retratibilidade e índice de anisotropia, resistência à compressão paralela às fibras, resistência e rigidez à flexão e dureza Janka. Os resultados mostraram que a madeira juvenil ocorre desde a medula até cerca de 40% e 32% do raio para os clones GT 1 e RRIM 600, respectivamente, podendo-se associar a idade do plantio de 6 a 8 anos como transição entre madeira juvenil e adulta. A densidade básica média da madeira de seringueira dos dois clones... (AU)

Processo FAPESP: 09/03244-2 - Caracterização físico-mecânica da madeira de Hevea brasiliensis em três condições distintas de sanidade das árvores
Beneficiário:Elaine Cristina Leonello
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado