Busca avançada
Ano de início
Entree


Aspectos endócrinos e funcionais da expressão do hormônio concentrador de melanina (MCH) durante a lactação

Texto completo
Autor(es):
Renato Duarte Alvisi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Data de defesa:
Membros da banca:
Luciano Freitas Felicio; Jackson Cioni Bittencourt; Paulo César Maiorka
Orientador: Luciano Freitas Felicio
Resumo

O Hormônio Concentrador de Melanina (MCH) está associado ao controle da ingestão de alimentos, peso corporal e homeostase da energia. Além disso, a lactação é um modelo fisiológico importante para estudar a integração do hipotálamo com os sinais sensoriais periféricos, como a sucção e também aqueles relacionados ao balanço energético. Concentrações mais elevadas de mRNA de MCH têm sido encontrados durante a lactação na área preóptica medial (MPOA) e na parte anterior do núcleo paraventricular do hipotálamo, especialmente em torno do 19º dia de lactação, quando este hormônio revela o seu pico mais alto de expressão do mRNA. O significado fisiológico desse fenômeno não é muito bem compreendido. Neste sentido, o objetivo do presente estudo foi contribuir para a investigação dos fatores que influenciam os sistemas endócrinos e sensoriais na expressão da MCH e a sua relação com alterações neuroendócrinas e comportamentais que envolvem o final da lactação, o desmame e a perpetuação do ciclo reprodutivo. Ratas Wistar (n = 56), foram divididas em subgrupos de quatro animais, as quais foram sacrificadas do 15º ao 21º dia de lactação, com (CS) ou sem (SS) sucção. O MCH e a proteína Fos foram avaliados na área hipotalâmica lateral (LHA), MPOA e área incertohipotalâmica (IHy). A MPOA mostrou uma relação inversa existente entre Fos e MCH. Além disso, observou-se um aumento da proteína Fos no grupo CS, o qual foi menos intensa durante o 18º dia de lactação quando comparado com o 15º dia. Além disso, duplas marcações para MCH e Fos não foram encontradas. Nossos resultados sugerem que a sucção é capaz de influenciar o MCH ao redor do 19º dia de lactação na LHA. Portanto, as áreas que foram encontradas com marcações para Fos podem ser capazes de se comunicarem com as regiões que possuem neurônios produtores de MCH, ou os mecanismos de ativação da expressão de MCH não são repassados via Fos. Sendo assim, parece existir uma relação indireta entre as áreas de ativação neuronal e MCH durante a sucção. (AU)

Processo FAPESP: 10/14469-2 - Aspectos endócrinos e funcionais da expressão do hormônio concentrador de melanina (MCH) durante a lactação
Beneficiário:Renato Duarte Alvisi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado