Busca avançada
Ano de início
Entree


Um povo pacato e bucólico: costume, história e imaginário na pintura de Almeida Júnior

Texto completo
Autor(es):
Fernanda Mendonça Pitta
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola de Comunicações e Artes
Data de defesa:
Membros da banca:
Domingos Tadeu Chiarelli; Maraliz de Castro Vieira Christo; Luciano Migliaccio
Orientador: Domingos Tadeu Chiarelli
Resumo

A tese discute um conjunto de quatro obras do pintor ituano José Ferraz de Almeida Júnior, produzidas entre 1888 e 1897: Caipiras Negaceando, Caipira picando fumo, Amolação Interrompida e Partida da Monção. Procura compreender as principais características dessas obras, examinando-as no seu contexto de produção e recepção. Esforça-se por situá-las tanto em relação ao debate acerca da arte brasileira travado entre meados da década de 1870 e a década de 1890 no Brasil, bem como à produção europeia. Esse exame identifica um tópico central - a filiação às poéticas do realismo/naturalismo, compreendidas, no contexto brasileiro, como estratégia de configuração de uma arte nacional, mas também como esforço de responder a inquietações relativas aos desdobramentos da pesquisa pictórica de tradição europeia: a renovação da pintura de história através da pintura de costumes. Dos aspectos principais dessa discussão, ressalta o papel atribuído - pela crítica e pelo público, em especial paulista - às obras de Almeida Júnior na construção de novas iconografias nacionais. Desenvolve como tese central a interpretação de que o esforço por constituir essa nova visualidade evidencia uma relação complexa com os anseios de auto-representação de uma determinada parcela da sociedade brasileira, centrada especialmente em São Paulo. (AU)

Processo FAPESP: 10/09282-0 - Um povo pacato e bucólico: costume, história e imaginário na pintura de Almeida Junior
Beneficiário:Fernanda Mendonça Pitta
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado