Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo metaloproteômico em amostras de tecido muscular de Tilápia do Nilo alimentadas com fontes de zinco orgânico e inorgânico

Texto completo
Autor(es):
Paula Monteiro de Lima
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: Botucatu.
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia.
Data de defesa:
Membros da banca:
Luciana Francisco Fleury; Paulo R. Ramos; Paulo dos Santos Roldan; Fernanda Mani
Orientador: Pedro de Magalhães Padilha; Luiz Edivaldo Pezzato
Resumo

O objetivo do presente trabalho foi determinar a concentração de zinco em amostras de tecido de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) produzidas no Laboratório de Nutrição de Peixes/FMVZ-UNESP/Botucatu-SP/Brasil e alimentadas com rações contendo fonte orgânica e inorgânica de zinco. Na etapa de preparação, as amostras de tecido muscular foram liofilizadas e moídas criogenicamente até obtenção de partículas menores que 60 m e a extração do zinco feita por mineralização ácida utilizando-se ácido sulfúrico concentrado e peróxido de hidrogênio 30% (m/m) em banho termostatizado de ultrassom. As determinações de zinco foram feitas por espectrometria de absorção atômica em forno de grafite (GFAAS) utilizando temperaturas de secagem de 90oC - 250oC, temperatura de pirólise de 1400oC, temperatura de atomização de 2400oC e temperatura de limpeza de 2800oC. Foi utilizado como modificador químico nitrato de paládio injetado junto com as amostras e tungstênio como modificador permanente. Considerando as amostras de tecido muscular de Tilápia do Nilo analisadas foram encontradas concentrações de zinco na faixa de 3,70 a 19,00 mg kg-1. A exatidão e precisão do método de determinação de zinco proposto foi validado utilizando padrão certificado Fish Protein DORM-4 NRC. (AU)

Processo FAPESP: 10/51562-0 - Estudo metaloproteomico em amostras de tecido muscular de tilapia do nilo alimentadas como fontes de zinco organico e inorganico
Beneficiário:Paula Monteiro de Lima
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado