Busca avançada
Ano de início
Entree


Quantificação molecular de bactérias ruminais, parâmetros ruminais e digestibilidade de dietas de novilhos alimentados com diferentes relações de volumoso : concentrado na dieta

Texto completo
Autor(es):
Yury Tatiana Granja Salcedo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
Data de defesa:
Membros da banca:
Juliana Duarte Messana; Carla Maris Machado Bittar
Orientador: Telma Teresinha Berchielli; Roberta Carrilho Canesin
Resumo

Este experimento teve como objetivo caracterizar o efeito de quatro relações V:C sobre a microbiologia do rúmen, os parâmetros de fermentação ruminal, consumo e digestibilidade aparente dos nutrientes em novilhos Nelore. Foram utilizados oito novilhos Nelore (280±8 kg PV), canulados no rúmen, distribuídos em um duplo quadrado latino 4x4 balanceados para o controle do efeito residual. O experimento foi dividido em 4 períodos de 21 dias cada. A diminuição da relação V:C 70:30 para 20:80 reduziu (P<0,05) a proporção relativa de Ruminococcus albus e Ruminococcus flavefaciens no ambiente ruminal, mas não comprometeu a população de Fibrobacter succinogenes (P<0,05) e aumentou a proporção de Selenomonas ruminantium (P<0,05), e de Streptococcus bovis (P<0,10). A população total de protozoários foi semelhante (206.33 x104/mL) em todas as relações V:C (P>0,05), em que o gênero Entodinium foi mais representativo (99,28%). Relações com até 60% de inclusão de concentrado não influenciaram o pH médio do rúmen (6,28) (P>0,05). A concentração ruminal total de AGCC, assim como a relação acetato: propionato não foram influenciados pelas relações V:C (P>0,05), mas na relação V20:C80 observou-se maior concentração de ácido propiônico (P>0,05). O consumo de FDNcp diminuiu com o aumento de concentrado e diminuição de volumoso nas dietas (P<0,05) e a relação 20:80 permitiu maior consumo de NDT (P<0,05). A digestibilidade da MS, MO e PB foi menor na relação 70:30 (P<0,05). Dietas com maior proporção de concentrado, geram um pH ruminal baixo, e inibem o crescimento das bactérias celulolíticas R. Albus e R. Flavefaciens, aumentam a concentração de ácido propiônico e a proporção de S. Ruminantium no rúmen (AU)

Processo FAPESP: 11/03460-7 - Caracterização molecular de bactérias ruminais, parâmetros ruminais e digestibilidade das dietas de novilhos alimentados com diferentes relações de volumoso (silagem de milho): concentrado na dieta
Beneficiário:Yury Tatiana Granja Salcedo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado