Busca avançada
Ano de início
Entree

Laerte Sodré Junior

CV Lattes ORCID Google Scholar Citations


Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG)  (Instituição-sede da última proposta de pesquisa)
País de origem: Brasil

é bacharel em Física pelo Instituto de Física da Universidade de São Paulo (1973), mestre em Astronomia pela Universidade de São Paulo (1977) e doutor em Astronomia pela Universidade de São Paulo (1989). Fez seu pós-doutoramento no Royal Greenwich Observatory em Cambridge, Inglaterra, entre 1989 e 1992. É professor titular do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo, onde já foi Diretor. Trabalha na área de Astronomia, com ênfase em Astrofísica Extragalactica, atuando principalmente no estudo de aglomerados de galáxias, cosmologia observacional, classificação de galáxias, lentes gravitacionais e no planejamento de grandes levantamentos no céu. É também o coordenador geral do projeto Telescópios na Escola, que permite a estudantes e professores de ensino fundamental e médio das escolas do país desenvolverem pequenos projetos científicos usando uma rede de telescópios que podem ser controlados em tempo real via internet. No momento está ativamente envolvido com vários grandes projetos de levantamentos de galáxias: o J-PAS (Javalambre Physics of the Accelerating Universe Astrophysical Survey) o PFS (Prime Focus Spectrograph, no telescópio Subaru), o J-PLUS (Javalambre Photometric Local Universe Survey) e o S-PLUS (Southern Photometric Local Universe Survey). É o coordenador da SPAnet - São Paulo Astronomy Network, e desde de setembro de 2020 o coordenador do projeto GMT- Giant Magellan Telescope- junto à FAPESP. (Fonte: Currículo Lattes)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o(a) pesquisador(a):
Consórcio internacional investe US$ 205 milhões em supertelescópio terrestre 
Sistema de fibras ópticas desenvolvido no Brasil chega ao telescópio japonês Subaru 
“O ambiente acadêmico que propicia a troca de experiências e ideias foi quase impedido pela pandemia” 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o(a) pesquisador(a)
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)
Auxílios à pesquisa
Bolsas no país
Bolsas no Exterior
Apoio FAPESP em números * Quantidades atualizadas em 24/09/2022
Colaboradores mais frequentes em auxílios e bolsas FAPESP
Contate o Pesquisador

Este canal da BV/FAPESP deve ser utilizado tão somente para mensagens, referentes aos projetos científicos financiados pela FAPESP.


 

 

 

 

Palavras-chave utilizadas pelo pesquisador
Aglomerados de galáxias Análise de dados Análise de regressão Análise espectral Aprendizado computacional Aprendizagem profunda Arquitetura de software Artigo científico Astrofísica Estelar Astrofísica Extragaláctica Astrofísica estelar Astronomia Brasil Buracos negros Caos Ciências Exatas e da Terra Colaboração científica Cosmologia (astronomia) Desenvolvimento de software Energia escura Engenharia de sistemas Espectros Espectroscopia de luz próxima ao infravermelho Estrelas Estrutura da galáxia Estrutura em grande escala do universo Estruturas Eventos científicos e de divulgação Evolução Expansão do universo Formação de estrelas Formação e evolução da galáxia Fotometria Galáxia (Via Láctea) Galáxias ativas Galáxias elípticas Galáxias Grupo local de galáxias Informática Infraestrutura de pesquisa Infraestrutura de rede Infraestrutura institucional Instalações elétricas Instrumentação (astronomia) Instrumentação Astronômica Instrumentação Interações de galáxias Intercâmbio de pesquisadores Interface gráfica Laboratórios Lentes gravitacionais Levantamento astronômico Matéria escura Mecânica celeste Mecânica estatística Modernização de software Núcleos ativos de galáxias Observações astronômicas Observatórios Planetas Populações estelares Projeto J-PAS Publicações de divulgação científica Quasares Raios ultravioleta Redes de computadores Redes neurais Reserva técnica Reuniões científicas Síntese espectral Sistemas de controle Southern Astrophysical Research Telescope (SOAR) Supernovas Telescópio Gigante de Magalhães (GMT) Telescópios Teorema de Bayes Variabilidade espacial Variabilidade
Videos relacionados aos auxílios à pesquisa e bolsas

SP Pesquisa: Em Busca da Energia Escura - Parte I - 1º Bloco


Publicado em 22 de agosto de 2015 - SP Pesquisa - A equipe do SP-Pesquisa mostra o trabalho de construção do telescópio J-PAS, uma cooperação Brasil-Espanha para estudar a energia escura. O que é energia escura, a concentração simétrica das galáxias, a tecnologia para observação de 7 bilhões de anos luz da história do Universo, e o entendimento atual da ciência sobre a cosmologia são os tópicos tratados em dois programas, gravados em São Paulo, em Teruel (onde fica o observatório), em Granada e em Angra dos Reis.

SP Pesquisa: Em Busca da Energia Escura - Parte I - 2º Bloco


Publicado em 22 de agosto de 2015 - SP Pesquisa: Em Busca da Energia Escura - Parte I - Bloco 2 - A equipe do SP-Pesquisa mostra o trabalho de construção do telescópio J-PAS, uma cooperação Brasil-Espanha para estudar a energia escura. O que é energia escura, a concentração simétrica das galáxias, a tecnologia para observação de 7 bilhões de anos luz da história do Universo, e o entendimento atual da ciência sobre a cosmologia são os topicos tratados em dois programas, gravados em São Paulo, em Teruel (onde fica o observatório), em Granada e em Angra dos Reis.

SP Pesquisa: Em Busca da Energia Escura - Parte II - 2º Bloco


Publicado em 29 de agosto de 2015 - SP Pesquisa: Em Busca da Energia Escura - Parte II - 2º Bloco. Segunda parte da reportagem de Tatiana Bertoni Celestino e Patrick Torres sobre o projeto JPAS. Pesquisadores do Brasil e da Espanha estão envolvidos neste projeto, que busca, entre outras coisas, entender por que o Universo se expande cada vez mais depressa. Nesta segunda parte, Tatiana explica o funcionamento do telescópio principal, o T250, instalado na Serra do Javalambre, em Teruel, na Espanha. A reportagem fala, também, o papel dos telescópios auxiliares T80 (também em Javalambre) e T80 sul (instalado no Chile) - que, além de servir para calibrar o telescópio principal, desenvolvem outro projeto, o J-PLUS.

SPAnet - Rede Paulista de Astronomia


Publicado em 17 de março de 2017 - Agência FAPESP. A criação da Rede Paulista de Astronomia (São Paulo Astronomy Network – SPAnet) atesta o ponto de maturação alcançado pela pesquisa astronômica no Estado de São Paulo. Constituída em workshop realizado na sede de FAPESP em 16 de março de 2017, a rede será coordenada por Laerte Sodré Junior, professor titular e diretor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG-USP).

Com fibras ópticas brasileiras, telescópio japonês Subaru promete ampliar observação do Universo


Publicado em 15 de agosto de 2022 - Pesquisa FAPESP. Equipamento instalado no Havaí aumentará significativamente a capacidade de estudo de galáxias distantes e estrelas muito fracas. Saiba mais em: https://revistapesquisa.fapesp.br/sistema-de-fibras-opticas-desenvolvido-no-brasil-chega-ao-telescopio-japones-subaru/

Por favor, reporte erros na informação da página do pesquisador escrevendo para: cdi@fapesp.br.
X

Reporte um problema na página


Detalhes do problema: