Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

O baixo consumo de oxigênio tem reflexos nos escores de depressão em idosos

Texto completo
Autor(es):
Hanna Karen Moreira Antunes ; Ruth Ferreira Santos-Galduroz ; Rafael Eduardo Eustórgio Pinheiro Chagas Miranda ; Ricardo Cardoso Cassilhas ; Orlando Francisco Amodeu Bueno ; Marco Túlio de Mello
Número total de Autores: 6
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rev. bras. geriatr. gerontol.; v. 17, n. 3, p. 505-515, Set. 2014.
Resumo

O objetivo do estudo foi investigar os efeitos de diferentes tipos de exercício físico nos escores indicativos de depressão em idosos. Participaram 168 voluntários idosos, de ambos os sexos, com idades de 60 a 75 anos (65,66±4,28 anos), sendo 40 mulheres e 128 homens. Os voluntários foram alocados em sete grupos distintos: a) Controle sedentário (n=40); b) Controle resistido (n=23); c) Caminhada (n=23); d) Lazer (n= 20); e) Cicloergômetro (n=23); f) Resistido 50% de 1RM (n=19); e g) Resistido 80% de 1RM (n=20), sendo submetidos a um protocolo de seis meses de treinamento físico, três vezes por semana. O grupo "a" permaneceu sem alterar suas atividades de rotina durante o período de estudo e não se engajou em nenhum programa de exercício físico, já o grupo "b" compareceu no laboratório, mas realizou os exercícios sem carga. Antes e imediatamente após o período de estudo, os voluntários foram submetidos a um protocolo de avaliação para determinação do consumo de oxigênio e responderam à Escala Geriátrica de Depressão. Os resultados revelaram que os grupos "c" e "e", que se exercitaram em intensidades com predomínio do metabolismo aeróbio, apresentaram redução nos escores de depressão, sendo que as demais intervenções não foram suficientes para promover redução nessa variável. Os dados sugerem que exercícios com predominância no metabolismo aeróbio são mais efetivos em promover reduções em escores de depressão de idosos. (AU)

Processo FAPESP: 98/14303-3 - Center for Sleep Studies
Beneficiário:Sergio Tufik
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão - CEPIDs