Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Characterization of Streptococcus suis through serotyping, SE-AFLP and virulence profile

Título (Português): Caracterização de Streptococcus suis por sorotipagem, SE-AFLP e perfil de virulência
Texto completo
Autor(es):
Franco F. Calderaro ; Luisa Z. Moreno ; Daniela S. Doto ; Carlos E.C. Matajira ; Vasco T.M. Gomes ; Thais S.P. Ferreira ; Renan E. Mesquita ; Andrea M. Moreno
Número total de Autores: 8
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Pesquisa Veterinária Brasileira; v. 36, n. 8, p. 701-704, Ago. 2016.
Citações Web of Science: 1
Resumo

Abstract: Streptococcus suis is one of most important pathogens in the swine industry worldwide. Despite its importance, studies of S. suis characterization in South America are still rare. This study evaluates S. suis isolates from distinct Brazilian states, from 1999 to 2004, and its molecular and serological characterization. A total of 174 isolates were studied. S. suis identification was confirmed by PCR and isolates were further serotyped and genotyped by SE-AFLP and amplification of virulence markers. Serotype 1, 2, 3, 4, 7, 18, 22 and 32 were identified among the studied isolates, and only 4% were characterized as non-typeable. The mrp+/epf+/sly+ genotype was the most frequent. The SE-AFLP analysis resulted in 29 patterns distributed in three main clusters with over 65% of genetic similarity. Isolates presented a slight tendency to cluster according to serotype and origin; however, no further correlation with virulence genotypes was observed. (AU)

Resumo

Resumo: Streptococcus suis é um dos patógenos de maior importância para indústria suinícola mundial. Apesar de sua importância, a caracterização de isolados de S. suis na América do Sul ainda é pouco descrita. O presente estudo descreve a avaliação de isolados de S. suis provenientes de diferentes Estados brasileiros, e sua caracterização sorológica e molecular. Foram avaliados 174 isolados de S. suis e os mesmos foram submetidos a SE-AFLP e pesquisa de marcadores de virulência. Os sorotipos 1, 2, 3, 4, 7, 18, 22 e 32 foram identificados dentre os isolados estudados e apenas 4% foram caracterizados como não tipáveis. O perfil de virulência mrp+/epf+/sly+ foi o mais frequente. A análise do SE-AFLP resultou em 29 perfis distribuídos em três grupos principais com mais de 65% de similaridade genética. Os isolados apresentaram tendência de se agrupar segundo origem e sorotipo; no entanto, não foi observada correlação entre os grupamentos e os perfis de virulência. (AU)

Processo FAPESP: 15/26159-1 - Análise comparativa de genomas de estirpes de Streptococcus suis isoladas de suínos no Brasil
Beneficiário:Carlos Emilio Cabrera Matajira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado