Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Anurofauna de remanescentes de floresta Atlântica do município de São José do Barreiro, estado de São Paulo, Brasil

Texto completo
Autor(es):
Herbert Serafim ; Susan Ienne ; Paulo José Pyles Cicchi ; Jorge Jim
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Biota Neotropica; v. 8, n. 2, p. 0-0, Jun. 2008.
Resumo

O município de São José do Barreiro (SP), localizado no domínio da Floresta Atlântica, em altitudes que oscilam entre 480 e 2088 m, apresenta grande complexidade topográfica e climática, que resulta na presença de inúmeras fitofisionomias, como os Campos de altitude, Floresta Estacional Semidecidual e Florestas Ombrófilas Densa e Mista. O objetivo deste estudo foi verificar a riqueza de espécies de anuros em duas áreas deste município: uma de Floresta Estacional Semidecidual e outra de Floresta Ombrófila Densa. Foram realizadas buscas ativas diurnas e noturnas, entre abril de 2004 e dezembro de 2006. O inventário resultou no registro de 35 espécies de anuros de nove famílias. A riqueza de espécies observada na área de estudo é similar a de outras localidades consideradas preservadas como a Estação Ecológica Juréia-Itatins (Peruíbe, SP) e a Serra do Japi (Jundiaí-SP). A similaridade na composição de espécies de sete localidades no Estado de São Paulo foi associada à fisionomia da vegetação das áreas amostradas. A grande variação de altitude, a presença de diferentes formações vegetais e o pouco conhecimento da fauna local, torna o inventário da sua anurofauna de suma importância para estudos futuros de conservação destas espécies. (AU)

Processo FAPESP: 99/08291-5 - Diversidade e conservação da fauna réptil na Mata Atlântica do Sudeste
Beneficiário:Denise Maria Peccinini Seale
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular