Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2017/50333-7: MALDI-TOF

Processo: 18/21192-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Helio Hehl Caiaffa Filho
Beneficiário:Helio Hehl Caiaffa Filho
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50333-7 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Espectrometria de massas  Espectrometria de massas por ionização e dessorção a laser assistida por matriz  Equipamentos multiusuários  Aquisição de equipamentos 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

O Plano de Desenvolvimento Institucional de Pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIP/IAL) apresenta estratégias para a transformação que pretende alcançar nos próximos anos como instituição de Ciência e Pesquisa na área de Saúde Pública. O PDIP/IAL foi traçado tendo como norteador o desenvolvimento de ações laboratoriais com a finalidade de proteger, prevenir e promover a saúde e melhoria da qualidade de vida da população. Para atingir tal finalidade, foi proposta e modernização do parque de equipamentos da instituição, incluindo a aquisição de um equipamento de espectrometria de Massa MALDI-TOF na modalidade de Equipamento Multiusuário (EMU). Espectrometria de massa é um método que pode ser de grande auxílio à pesquisa e ao diagnóstico microbiológico. Esta técnica é baseada na ionização e subsequente detecção biomolecular. O Matrix-Assisted Laser Desorption Ionization - Time of Flight Mass Spectrometry (MALDI-TOF MS) tem sido o mais aplicado, é uma técnica de ionização na qual os íons formados têm baixa energia interna, permitindo a observação de moléculas ionizadas com pouca ou nenhuma fragmentação. A principal vantagem do MALDI-TOF MS é a identificação através da análise de perfil da proteína bacteriana, em vez da diferenciação física, bioquímica e metabólica. Em comparação com métodos fenotípicos convencionais ou PCR, o MALDI-TOF MS tem sido cada vez mais aplicado na área de microbiologia de diagnósticos e começou a substituir os métodos bioquímicos. É um método com custo mais baixo quando comparado a algumas técnicas moleculares e imunológicas, além de não requerer mão de obra especializada. Além disso, esta metodologia permite a obtenção de respostas rápidas, superando outras metodologias convencionais, fornecendo informações que possibilitam a tomada imediata de decisões pelos profissionais de saúde, em relação às medidas de controle e prevenção, detecção de fonte de infecção, rotas de transmissão e controle zoonótico. Este equipamento irá atender as demandas dos Centros de Bacteriologia, Centro de Alimentos, Núcleo de coleções de culturas, Centro de Parasitologia e Micologia, Centro de Imunologia do Instituto Central, ou ainda dos 13 Centros de Laboratórios Regionais, para diagnóstico e pesquisa. (AU)