Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do impacto da rotulagem nutricional na saúde pública no Brasil

Processo: 18/24030-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de setembro de 2019 - 31 de agosto de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Neha Khandpur
Beneficiário:Neha Khandpur
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Alyssa Moran ; Ana Clara da Fonseca Leitão Duran ; Ana Paula Bortoletto Martins ; Carla Galvão Spinillo ; Carlos Augusto Monteiro ; EDUARDO AUGUSTO FERNANDES NILSON ; Eric Rimm ; Isabel de Paula Antunes David ; Laís Amaral Mais ; Leticia de Oliveira ; Melissa Amina Madeleine Cavallo Mialon ; Mirtes Garcia Pereira ; Patricia Constante Jaime ; Priscila de Morais Sato

Resumo

Esta proposta visa: (1) determinar o impacto dos rótulos nutricionais (FOP) nas decisões de compra e consumo de alimentos ultraprocessados (UPF) entre os consumidores brasileiros; (2) quantificar o impacto na saúde da inclusão obrigatória de rótulos de FOP em produtos ultraprocessados no Brasil; e (3) avaliar a influência das principais partes interessadas no desenvolvimento e na trajetória de implementação da política de rotulagem da FOP no Brasil. Ele incorpora uma combinação de métodos robustos, incluindo métodos experimentais, métodos qualitativos e modelos de macro simulação, e utiliza dados primários e secundários para atender aos objetivos da proposta. Os resultados desta proposta identificarão fatores individuais e contextuais que influenciam o uso de rótulos da FOP, determinam os motivos de seu uso limitado e destacam os recursos da UPF que podem melhorar a eficácia dos rótulos da FOP. Eles também ajudarão a estimar os impactos da política da FOP em 5 e 10 anos sobre a saúde, quantificar o número de mortes evitadas pela sua implementação e informar a alocação de recursos do governo. Finalmente, esta proposta aproveitará os processos políticos iniciados para a finalização da política da FOP e informará futuros esforços de implementação de políticas, dentro do país e internacionalmente. A proposta atende à demanda por esta evidência do Ministério da Saúde, ANVISA e Organização Pan-Americana da Saúde para ajudar a informar futuras decisões políticas sobre este tema em nível nacional e regional, e de ONGs de defesa, como o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor capacitar e educar o consumidor brasileiro. Esta proposta fornece adicionalmente as evidências necessárias para informar o debate sobre a rotulagem nutricional entre pesquisadores de saúde pública. A validade deste estudo é independente da decisão final da ANVISA sobre a política da FOP. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.