Busca avançada
Ano de início
Entree

Intervenções não farmacológicas no contexto de doenças crônicas não transmissíveis: o impacto do exercício físico moderado no Diabetes Mellitus e na Doença Renal Crônica

Resumo

Doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) representam a maior causa de mortes prematuras e de morbidades, com impacto nos custos com saúde pública, na qualidade de vida, na produtividade individual e coletiva e no desenvolvimento das populações. A etiologia das DCNTs é complexa e envolve fatores de risco não modificáveis (herança genética, sexo e idade) e modificáveis (tabagismo, inatividade física, alimentação não saudável e consumo excessivo de bebidas alcoólicas). Esses últimos, por estarem relacionados a modos e estilos de vida, são passíveis de modificação e a intervenção nesses fatores compõe as metas da Organização Mundial de Saúde para o ano 2025, visando a redução da mortalidade das DCNTs em 25%. A doença renal crônica (DRC) e a lesão renal aguda (LRA) são complicações das DCNTs, principalmente quando as doenças cardiovasculares, como a hipertensão, e o Diabetes Mellitus estão presentes. Por outro lado, situações de insulto por LRA nefrotóxica agudizam a DRC e a nefropatia diabética e são catalisadoras da progressão da doença renal para estágios de maior morbidade, dependentes de terapia de substituição renal. A nefropatia induzida por contraste (NIC) corresponde a 10% das LRAs adquiridas em ambiente hospitalar e é descrita como a terceira causa de LRA, sendo considerada atualmente uma condição epidêmica. A prática de treinamento físico regular se configura como uma intervenção não farmacológica benéfica que pode retardar a progressão da DRC e da ND. Embora amplamente estudada e sendo uma das metas da OMS para a redução da mortalidade prematura por DCNT, a eficiência do treinamento físico aeróbico na progressão da DRC e da ND não está descrita. Esse estudo visa avaliar o possível efeito renoprotetor do treinamento aeróbico de intensidade moderada sobre a função renal de ratos DM e DRC submetidos ao tratamento com CI. A hipótese é que a atividade física de intensidade moderada apresenta efeito renoprotetor na agudização da DRC e da nefropatia diabética possivelmente mediada da restauração do equilíbrio redox. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COUTO, SHEILA M. F.; MACHADO, I, DOUGLAS; CONDE, CAROLINA; SILVA, VINICIUS C.; SOUZA, ADRIANA A.; PERES, KARINA B.; BRANDI, BEATRIZ A.; VATTIMO, MARIA DE FATIMA F. Physical Training Is a Potential Modifier of Risk for Contrast-Induced Acute Kidney Injury in Diabetes Mellitus. BIOMED RESEARCH INTERNATIONAL, v. 2020, NOV 18 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.