Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no projeto 2013/07914-8: Espectrômetro de Massas Bruker Daltonics, modelo EVOQ

Processo: 21/00736-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de abril de 2021 - 31 de março de 2028
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco
Beneficiário:Bernadette Dora Gombossy de Melo Franco
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07914-8 - FoRC - Centro de Pesquisa em Alimentos, AP.CEPID
Assunto(s):Alimentos  Bioquímica de alimentos  Espectrometria de massas  Espectrômetros  Aquisição de equipamentos  Equipamentos multiusuários  Infraestrutura de pesquisa 
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento:Caracterização de Materiais - Espectrometria - De massas
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

O Food Research Center (FoRC) - Centro de Pesquisas em Alimentos - é uma iniciativa de cientistas da Universidade de São Paulo de criação do primeiro centro de pesquisas focado em alimentos e nutrição no Brasil. Ele baseia-se no conceito que estudos em alimentos e nutrição têm um caráter multidisciplinar e profissionais com diferentes formações podem estudar diferentes aspectos de um mesmo tema. O objetivo principal é abordar os principais desafios globais e desenvolver pesquisa fundamental, estratégica e aplicada, a nível internacional, beneficiando o agronegócio brasileiro, consumidores, responsáveis por políticas públicas e agências reguladoras, causando um grande impacto socioeconômico no país. Os projetos de pesquisa podem ser agrupados em quatro pilares. No Pilar 1 (Sistemas Biológicos em Alimentos), os alimentos são caracterizados quanto à sua biodiversidade e composição em macro e micronutrientes e outros compostos com efeito benéfico potencial à saúde. Os mecanismos moleculares que regulam a biossíntese e catabolismo destes compostos são elucidados utilizando-se ferramentas ômicas avançadas. No Pilar 2 (Alimentos, Nutrição e Saúde), os impactos dos componentes dos alimentos sobre o estado nutricional de grupos populacionais e seu potencial na redução do risco de doença são avaliados. Aplicações da nutrigenômica, metabolômica, novos princípios físicos e ensaios clínicos são exploradas para estudar as relações entre dieta e saúde. No Pilar 3 (Segurança e Qualidade dos Alimentos), a segurança e qualidade dos alimentos são mensuradas através de avaliações de risco em relação à patógenos microbianos e contaminantes químicos ao longo de toda a cadeia de produção de alimentos, em uma abordagem do tipo "campo à mesa". Por último, no Pilar 4 (Novas Tecnologias e Inovação), tecnologias inovadoras de processamento são desenvolvidas, com foco em novos ingredientes com funcionalidades específicas e de novos alimentos nutritivos e seguros, e embalagens que atendam as demandas dos consumidores por alimentos seguros e promotores de saúde. O plano de ação de educação e difusão do conhecimento atende o desafio de comunicar as realizações do FoRC a todos os segmentos da sociedade, através de uma série de atividades. O papel educativo do FORC é cumprido empregando-se ferramentas apropriadas (cursos, web, TV, imprensa) para disseminar o conhecimento gerado pelas pesquisas realizadas para a comunidade científica, profissionais da área de alimentos e nutrição, responsáveis por políticas públicas e a sociedade em geral. Para atingir este objetivo, o FORC estabeleceu parcerias com vários especialistas em comunicação e está desenvolvendo um site interativo, que disponibilizará o acesso aos bancos de dados, em diferentes níveis de complexidade e detalhes, e também material didático para estudantes de cursos básicos e intermediários. A formação de recursos humanos altamente qualificados está assegurada, pois a maioria dos projetos de pesquisa e outras atividades são realizadas com a participação de alunos de graduação, mestrado e doutorado e pós-doutorandos. A transferência de tecnologia é uma meta importante do FoRC, visto que a conversão dos resultados das pesquisas e do conhecimento acadêmico gerado em aplicações práticas trará benefícios substanciais para o país, impactando a saúde, a indústria, o comércio, o desenvolvimento, e, por fim, a qualidade de vida da população. A cooperação com a indústria de alimentos, governo e outros setores da sociedade é realizada com o apoio da Agência USP de Inovação, também responsável pelo marketing e comercialização da Propriedade Intelectual gerada no FoRC. Workshops, seminários, open-houses, e outras atividades organizadas em conjunto com as partes interessadas, proporcionarão oportunidades para novas parcerias benéficas, agregando valor à pesquisa realizada no centro. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)