Busca avançada
Ano de início
Entree

Metoxichalconas: Efeito do Grupo Metoxila sobre as Atividades Antifúngica, Antibacteriana e Antiproliferativa

Resumo

As chalconas substituídas por grupos metoxilas têm apresentado um amplo espectro de bioatividades, incluindo os efeitos antifúngicos, antibacterianos e antiproliferativos. Entretanto, uma clara e inambígua investigação sobre a relevância desse substituinte sobre o núcleo chalcônico não foi descrito. A proposta desse trabalho visa estudar as atividades antibacteriana, antifúngica e antiproliferativa de duas séries de dezessete metoxichalconas regioisoméricas. As séries I e II foram constituídas de chalconas substituídas pelo grupo metoxila nos anéis A (5-12) e B (13-21), respectivamente. Adicionalmente, o banco de metoxichalconas foi submetido à predições in silico farmacocinéticas e drug-likeness. As chalconas foram sintetizadas e suas estruturas foram confirmadas por análises espectroscópicas de RMN. As avaliações de atividade antimicrobiana foram realizadas contra cinco espécies de Candida, duas espécies Gram-negativa e cinco espécies Gram-positivas. A atividade antiproliferativa foi avaliada contra linhagens celulares tumorigênicas humanas e queratinócitos não-tumorigênicos. As predições das propriedades farmacocinéticas e drug-likeness foram preditas pelo Molinspiration e PreADMET. Em linhas gerais, as chalconas da série I foram agentes antifúngicos, antibacterianos e antiproliferativos mais potentes que as chalconas da série II. A 3',4',5'-trimetoxichalcona (12) demonstrou potente atividade antifúngica contra Candida krusei (MIC = 3,9 ¼g/mL), sedo oito vezes mais potente que o fluconazol (fármaco antifúngico de referência). A 3'-metoxichalcona (6) apresentou atividade anti-Pseudomonas (MIC = 7,8 ¼g/mL). A 2',5'-dimetoxichalcona (9) exibiu potente efeito antiproliferativo contra as células de cólo uterino (C-33A), pele (A-431) e mama (MCF-7), com valores de CI50 variando de 7,7 a 9,2 ¼M. A chalcona 9 foi mais potente que a curcumina (substância antiproliferativa de referência), a qual exibiu valores de CI50 de 10,4 a 19,0 ¼M. Nossos estudos corroboram a relevância das metoxichlconas como agentes antifúngicos, antibacterianos e antiproliferativos. Adicionalmente, nós elucidamos a influência da posição e do número de grupos metoxila sobre a bioatividade. As predições in sílico indicaram boas propriedade farmacocinéticas e drug-likeness para o banco de metoxichalconas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)