Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de biotecnologia aplicada a carcinomatose prostática com utilização de nanopartículas carreadores de quimioterápico Docetaxel associado a treinamento físico aeróbico

Processo: 20/16310-2
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2022 - 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Luis Alberto Gobbo
Beneficiário:Luis Alberto Gobbo
Instituição Sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Artem Pliss ; Gisele Alborghetti Nai ; Ines Cristina Giometti Ceda ; Raul Cavalcante Maranhao
Assunto(s):Morfofisiologia  Neoplasias da próstata  Antineoplásicos  Docetaxel  Nanoemulsão lipídica  Nanopartículas  Proteômica  Treinamento físico 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:câncer | Docetaxel | Exercício físico aeróbio | nanopartícula | Próstata | proteômica | Morfofisiologia

Resumo

Evidências sugerem que a nanoemulsão lipídica para o tratamento de câncer é uma alternativa de tratamento efetiva no transporte de quimioterápicos para células tumorais. A molécula de LDE, que possui grande versatilidade e mínima toxicidade, é uma nova perspectiva para o combate de alguns tipos de neoplasias, incluindo a prostática. A redução da toxicidade da quimioterapia nos levou a testar o potencial da aplicação da nanopartícula na terapêutica combinada com docetaxel e treinamento físico aeróbio, atuando de forma hipolipemiante com ação coadjuvante no tratamento do câncer de próstata. Assim, o objetivo deste estudo será avaliar os efeitos celulares e imunológicos do docetaxel emulsificado em nanopartícula de LDE no tratamento do câncer de próstata e verificar se treinamento físico pode inibir o crescimento tumoral e aumentar a sobrevida. A atividade antitumoral será determinada em ratos machos, os quais receberão dose única de 7,12-dimetilbenz [a] antraceno (DMBA). Após a indução do tumor, os animais receberão tratamentos de LDE+DTX e/ou protocolo de treinamento físico aeróbio. Ao final, os animais serão eutanasiados e o lobo prostático ventral será coletado, pesado e submetido às análises teciduais ou para isolamento e cultura de células neoplásicas, análise de morte, proliferação, migração e invasão celular. O sangue dos animais será coletado, os monócitos serão diferenciados em células dendríticas e os linfócitos separados para realização de testes para avaliar a resposta imunológica dos diferentes grupos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RUBIRA, RAFAEL J. G.; BATISTA, VICTOR R. G.; CORREIA, RAFAEL R.; PAZIN, WALLANCE M.; MAXIMINO, MATEUS D.; RUIZ, GILIA C. M.; TEIXEIRA, GIOVANA R.; JOB, ALDO E.. Biological responses to imazapic and methyl parathion pesticides in bioinspired lipid membranes and Tilapia fish. JOURNAL OF HAZARDOUS MATERIALS, v. 458, p. 12-pg., . (20/05423-0, 20/15324-0, 20/16310-2, 18/22214-6, 20/15185-0, 21/14514-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.