Busca avançada
Ano de início
Entree

Aproveitamento biotecnológico de bagaço de cana-de-açúcar para a produção de xilitol: otimização de parâmetros fermentativos

Processo: 95/03189-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 1995 - 31 de julho de 1997
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria das Graças de Almeida Felipe
Beneficiário:Maria das Graças de Almeida Felipe
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química de Lorena (FAENQUIL). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Bagaço de cana-de-açúcar  Adaptação  Reciclagem  Xilitol  Fermentação  Biotecnologia 

Resumo

Este trabalho visa a dar continuidade à linha de pesquisa "Desenvolvimento de Processos Fermentativos para o Aproveitamento da Fração Hemicelulósica de Resíduos Agroindustriais e Florestais para a Obtenção de Produtos de Importância Econômica e Social" do Grupo de Pesquisas em Fermentações da FAENQUIL. As atividades a serem desenvolvidas têm por objetivo otimizar a bioconversão de xilose em xilitol pela levedura Cândida guilliermondii FTI 20037 no hidrolisado hemicelulósico de bagaço de cana-de-açúcar. Para isto serão avaliadas técnicas de tratamento do hidrolisado pela neutralização de seu pH ácido visando a remover ou reduzir a concentração de compostos tóxicos oriundos da hidrólise ácida da estrutura lignocelulósica do bagaço. Estes compostos causam inibição da atividade fermentativa da levedura acarretando em baixo rendimento da fermentação. Após o estabelecimento de condições para o tratamento do hidrolisado, serão realizados experimentos empregando-se técnicas de adaptação e reciclagem da levedura no hidrolisado. A adaptação será feita pelo cultivo do inóculo em concentrações crescentes do hidrolisado, e a reciclagem por sucessivas fermentações aproveitando-se células da fermentação anterior como inóculo da fermentação seguinte. Os experimentos serão conduzidos em frascos Erlenmeyer de 125 mL, agitados em incubadora de movimento rotatório a 200 rpm, a 30°C. Espera-se a partir dos resultados, a adequação de um tratamento de baixo custo pára o hidrolisado hemicelulósico de bagaço possibilitando seu emprego no processo de produção de xilitol por via biotecnológica bem como, propiciar condições favoráveis a outros processos de bioconversão. Ademais, a utilização das técnicas de adaptação e reciclagem da levedura no hidrolisado contribuirá para um melhor conhecimento dos parâmetros fisiológicos envolvidos na conversão biotecnológica do hidrolisado hemicelulósico de bagaço em xilitol, os quais servirão de subsídios para estudos dos parâmetros cinéticos deste processo, a serem estudados numa segunda fase, tendo em vista a necessidade de um estudo de ampliação de escala. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.