Busca avançada
Ano de início
Entree

Desconstrução molecular do módulo de controle do ciclo celular em células adrenocorticais y1 de camundongo

Processo: 03/02717-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de dezembro de 2003 - 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Hugo Aguirre Armelin
Beneficiário:Hugo Aguirre Armelin
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):07/53038-4 - Análise da via de indução de senescência por FGF2 e Arginina-Vasopressina em células malignas de camundongo da linhagem adrenocortical Y1, através do modelo discreto implementado em Redes Bayesianas, BP.PD
06/56896-9 - Functions of DUSP 12 and ITS relation to FGF2 signaling, BE.PQ
06/53158-7 - Linhagens celulares resistentes a morte induzida por FGF2 derivadas de fibroblastos transformados BALB 3T3, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 06/50180-1 - Mecanismos de morte celular em células Balb-c 3T3 e a sua capacidade tumorgenica quando transfectadas com oncogenes EJ-ras e o gene rhoa-n19, BP.IC
05/58431-0 - Subclonagem, produção, purificação e caracterização de "Fibroblast Growth Factor 2" (FGF2) recombinante em Escherichia coli, BP.IC
04/08171-0 - O papel da via anti-apoptótica e mitogênica RAS/pI3K/AKt/GSK3 no ciclo celular de células tumorais da córtex adrenal de camundongo, linhagem Y-1, BP.PD
04/00320-6 - Isolamento e análises de complexos protéicos intracelulares de Fibroblast Growth Factor-2 (FGF2) em células adrenocorticais Y1 de camundongo, BP.DD - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Ciclo celular  Fibroblastos  Hormônio adrenocorticotrópico  Arginina vasopressina  Proteínas proto-oncogênicas 

Resumo

Nosso laboratório vem, há décadas (ARMELIN, 1975), trabalhando na definição de mecanismos moleculares envolvidos no controle do ciclo celular, recentemente dando ênfase à linhagem Y1 de células adrenocorticais de camundongo (LOTFI et al, 2000). Os resultados que obtivemos nos últimos 4 anos (LEPIQUE et al, 2000; LOTFI; ARMELIN, 2001; FORTI et al, 2002; SCHWINDT et al, 2003; ROCHA et al, 2003) nos permitiram elaborar um módulo de rede de sinalização que integra sinais iniciados nos receptores transmembranares de FGF2 (Fibroblast Growth Factor 2), ACTH (Hormônio Adrenocorticotrópico) e AVP (Arginina-Vasopressina). FGF2 é um forte mitógeno para as células Y1, enquanto ACTH e AVP são antagonistas da ação mitogênica de FGF2. Adotamos a tática experimental de estudar as interações de FGF2 com ACTH ou A VP com o objetivo de encontrar vias moleculares de sinalização que integrassem os sinais oriundos dos respectivos receptores e explicassem o antagonismo entre esses hormônios. O racional dessa abordagem envolvia a premissa provável de que esse objetivo levaria a reações importantes do módulo de controle da transição GO->G1->S do ciclo celular das células Y1. De fato, essa premissa se realizou e os resultados experimentais obtidos levaram ao cerne do módulo de controle procurado. Neste momento, resultados não publicados e observações preliminares nos permitem propor um módulo ampliado da via mitogênica disparada pelos receptores de FGF2, que regula a transição GO->G1->S do ciclo celular das células Y1. Este módulo de rede de sinalização inclui hipóteses cuja validação experimental é a meta deste projeto temático. O plano experimental envolve: a) aplicação da tecnologia convencional do DNA recombinante a cultura de células de camundongo (clonagem e sequenciamento de genes e ESTs, construção de vetores de expressão, transfecções transientes e permanentes, etc.); b) bloqueio funcional de genes/proteínas por interferência de RNA (RNAi); c) análise de expressão gênica por "microarrays" de cDNA e d) análise de complexos protéicos por "duplo híbrido em levedura" ou isolamento por afinidade, resolução em SDS-PAGE seguida de espectroscopia de massa. (AU)