Busca avançada
Ano de início
Entree

Implementação da tecnologia do microarray de DNA para diagnóstico de vírus emergentes no Brasil

Processo: 08/11658-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Victor Hugo Aquino Quintana
Beneficiário:Victor Hugo Aquino Quintana
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/16692-6 - Análises de bioinformática e estatística da plataforma de microarray para detecção de arbovírus e robovírus, BP.TT
Assunto(s):Viroses em animais  Doenças transmissíveis emergentes  Doenças respiratórias  Arbovirus  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos 

Resumo

Dentre as viroses que ocorrem nos países de clima tropical, as arboviroses (viroses transmitidas por artrópodes) e as roboviroses (viroses transmitidas por roedores), bem como as viroses respiratórias, possuem enorme importância em saúde pública e também, por serem em sua maioria zoonoses, em medicina veterinária. Dentre as arboviroses e roboviroses, várias tem caráter emergente representando uma ameaça mundial, especialmente aos países tropicais. O Brasil é o país onde o maior número de arbovírus foi encontrado no mundo. Os arbovírus e robovirus relacionados com doenças em humanos e presentes no Brasil pertencem principalmente a quatro famílias de vírus: Flaviviridae, Togaviridae, Bunyaviridae e Arenaviridae. Considerando a importância em saúde pública de algumas das arboviroses e roboviroses presentes no Brasil e a possibilidade de emergência de outras vioses, é de grande interesse o desenvolvimento de métodos de diagnósticos rápidos e específicos para diferenciar tais infecções virais. O rápido reconhecimento de um agente infeccioso durante um surto epidêmico pode permitir intervenções específicas que diminuem a morbilidade e mortalidade. A tecnologia do microarray de DNA é uma ferramenta nova que possui a capacidade de detectar um número muito grande de agentes virais. A implementação desta tecnologia no Brasil auxiliará na identificação rápida de vírus responsáveis por surtos epidêmicos e eventuais vírus emergentes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Teste criado na USP é capaz de diagnosticar 416 vírus de regiões tropicais 
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

LÂMINA DE MICROARRANJO PARA DIAGNÓSTICO DE VÍRUS TRANSMITIDOS POR ARTRÓPODES E ROEDORES E SEU USO BR1020140062807 - Universidade de São Paulo (USP) . Victor Hugo Aquino Quintana; Mohd Jaseem Khan - 17 de março de 2014