Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre o consumo alimentar estimado e o gasto energético avaliado pelo método da água duplamente marcada em idosos independentes

Processo: 07/07640-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2008 - 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Eduardo Ferriolli
Beneficiário:Eduardo Ferriolli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Consumo de alimentos  Metabolismo energético  Isótopos estáveis  Espectrometria de massas  Idosos 

Resumo

As doenças crônico-degenerativas, de prevalência crescente devido ao envelhecimento populacional, são relacionadas a padrões alimentares. Portanto, a investigação dos padrões alimentares é essencial para a prevenção e tratamento destas doenças. No entanto, não existem métodos de alta precisão para a avaliação do consumo alimentar; em populações idosas, por exemplo, é comum o sub-relato da ingestão. Questionários semi-quantitativos da freqüência alimentar não foram, até o momento, avaliados para populações idosas; questionários de história alimentar são melhor avaliados na literatura, mas se relacionam, frequentemente, a imprecisões do relato. O emprego de biomarcadores da ingestão real permite a avaliação de questionários alimentares para a aferição de sua acurácia. Este trabalho tem como objetivos comparar a estimativa de ingestão de indivíduos idosos saudáveis por questionário de freqüência semi-quantitativo e questionário de história alimentar e correlacionar o consumo alimentar com o gasto energético total, avaliado pelo método da água duplamente marcada. Paralelamente, o balanço nitrogenado, estimado pela excreção de nitrogênio, será utilizado para se avaliar a adequação da ingestão protéica. Serão estudados 100 voluntários com idade entre 60 a 75 anos. Serão aplicados um questionário de historia alimentar e um de freqüência alimentar semi-quantitativo. Será realizada antropometria (peso, altura, índice de massa corporal) e avaliação da composição corporal por bioimpedância elétrica. Em uma segunda fase do estudo serão avaliados 40 voluntários, representando os quatro quartis de porcentagem de gordura. Será aferido o gasto energético basal por calorimetria indireta e realizado estudo do gasto energético total, pelo método da água duplamente marcada, conforme descrito por Schoeller e colaboradores. Será coletada urina para a quantificação do balanço nitrogenado. Pretende-se, com este estudo, determinar qual método de avaliação da ingestão alimentar apresenta maior fidedignidade na população idosa, quando comparado ao gasto energético real e ao balanço nitrogenado; além disso, fornecerá dados inéditos sobre o gasto energético total da população idosa brasileira. O estudo também irá prover ferramenta essencial para futuros estudos da ingestão alimentar da população idosa brasileira. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PFRIMER, KARINA; VILELA, MARIANA; RESENDE, CRISTINA MARIA; SCAGLIUSI, FERNANDA BAEZA; MARCHINI, JULIO SERGIO; LIMA, NEREIDA K. C.; MORIGUTI, JULIO CESAR; FERRIOLLI, EDUARDO. Under-reporting of food intake and body fatness in independent older people: a doubly labelled water study. AGE AND AGEING, v. 44, n. 1, p. 103-108, JAN 2015. Citações Web of Science: 13.
PFRIMER, KARINA; SARTORELLI, DANIELA SAES; ROSA, FLAVIA TRONCON; MENDES RESENDE, CRISTINA MARIA; PALLOS VIERA, DANIELA VIEIRA; RABITO, ESTELA IRACI; SCAGLIUSI, FERNANDA BAEZA; UEMORA MORIGUTI, ENY KIYOMI; MONTEIRO, JAQUELINE PONTES; FERRIOLLI, EDUARDO. Calibration of the food list and portion sizes of a food frequency questionnaire applied to free-living elderly people. NUTRITION, v. 29, n. 5, p. 760-764, MAY 2013. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.