Busca avançada
Ano de início
Entree

SinBIOTA 2.0 - sistema de informações do Programa BIOTA/FAPESP: planejando os próximos 10 anos

Processo: 09/53151-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Convênio/Acordo: Microsoft Research
Pesquisador responsável:Carlos Alfredo Joly
Beneficiário:Carlos Alfredo Joly
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/18373-0 - Serviços inovadores para um sistema de informações de biodiversidade, BP.TT
Assunto(s):Sistemas de informação  Banco de dados  Biodiversidade  Conservação biológica 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/World...Impact_1_8_9.pdf

Resumo

Sistemas de Informação de Biodiversidade propiciam vários tópicos de pesquisa interdisciplinar dentro da Computação. Motivam, igualmente, pesquisa interdisciplinar dentro da Biologia (combinando, dentre outros, Ecologia, Zoologia, Botânica, Genética e Bioquímica). Exigem, finalmente, pesquisa multidisciplinar conjunta, em que pesquisadores em Computação e Biologia precisam cooperar para a especificação e desenvolvimento de estruturas, teorias, modelos e ferramentas computacionais adequados. Um Sistema de Informação de Biodiversidade é um conjunto de módulos de software e bancos de dados, cujo propósito é auxiliar pesquisadores a aprimorarem ou complementarem seu conhecimento e entendimento sobre os seres vivos, sobre as interações desses organismos com o ambiente em que vivem e fazerem proposições sobre cenários da biodiversidade passada e futura, através de ferramentas de modelagem. Sua especificação e desenvolvimento requerem pesquisa em Computação aplicada a soluções de questões relacionadas com a biodiversidade. O Sistema de Informações Ambientais do Programa BIOTA/FAPESP (SinBiota) é um exemplo deste tipo de software, sendo primariamente direcionado a pesquisadores (de agora em diante denominados os “usuários”) que atuam nesta grande área temática que abrange a caracterização, conservação, recuperação e uso sustentável da biodiversidade. O atual sistema, cujo desenvolvimento foi iniciado há dez anos, apresenta alguns problemas, o que é esperado pela própria idade do sistema e pela enorme evolução recente das técnicas de bando de dados. Este projeto visa o desenvolvimento de uma nova especificação para o SinBiota/Sistema de Informação Ambiental do Programa BIOTA/FAPESP, com o objetivo de incluir novas tecnologias, novas interfaces e novas demandas dos “usuários” que permitam sua evolução nos próximos dez anos. (AU)