Busca avançada
Ano de início
Entree

Integrando uma língua eletrônica em um sistema lab-on-a-chip

Processo: 08/06504-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2009 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Antonio Riul Júnior
Beneficiário:Antonio Riul Júnior
Instituição-sede: Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Sensores  Filmes ultrafinos  Polímeros condutores  Microfluídica  Língua eletrônica 

Resumo

O objetivo deste projeto é fabricar microcanais em diferentes materiais (vidro, polímeros, ...) e distintas configurações (série e/ou paralelo) para otimização de uma arquitetura que melhor agregue a integração da "língua eletrônica" que estamos desenvolvendo nos últimos anos em dispositivos "lab-on-a-chip". O intuito é fabricarmos um sensor "tongue-on-a-chip", não existindo nada similar na literatura até o presente momento. Tendo-se em vista o potencial de aplicação de ambos os sistemas, "língua eletrônica" e "lab-on-a-chip", este projeto torna-se uma peça importante para o desenvolvimento de uma tecnologia nova e com forte apelo comercial no país e no exterior. Como a fabricação dos microcanais e eletrodos envolve técnicas e equipamentos que ainda não dispomos na UFSCar Sorocaba, utilizaremos em alguns momentos as instalações do laboratório Nacional de Luz Síncroton (LNLS), através de um projeto específico nessa linha de atuação (já aprovado = LMF 7472). Outra alternativa para a fabricação dos microcanais é através de um laser de alta potência, que aspiramos através da colaboração com o Prof. Dr Cléber R. Mendonça, do Instituto de Física de São Carlos (USP). É a primeira vez que a microfluídica será aplicada em dispositivos do tipo "língua eletrônica", sendo necessário um trabalho minucioso de verificação das melhores condições envolvidas na fabricação dos microcanais, permitindo sua integração com eletrodos interdigitados, que serão recobertos com filmes ultrafinos para a aquisição de sinais. Adicionalmente à redução no volume das amostras analisadas, minimizando resíduos químicos e quantidade de material analisado, haverá redução no tempo de medida, pois a aquisição de dados será feita em medidas de fluxo, que também necessitam de um estudo pormenorizado para aplicações futuras em diversas áreas (análises clínicas e biológicas, controle ambiental, análise de bebidas, ...). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DAIKUZONO, CRISTIANE M.; DANTAS, CLEBER A. R.; VOLPATI, DIOGO; CONSTANTINO, CARLOS J. L.; PIAZZETTA, MARIA H. O.; GOBBI, ANGELO L.; TAYLOR, DAVID M.; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N.; RIUL, JR., ANTONIO. Microfluidic electronic tongue. SENSORS AND ACTUATORS B-CHEMICAL, v. 207, n. B, SI, p. 1129-1135, FEB 2015. Citações Web of Science: 21.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.